Seguradoras pagaram R$ 1 bilhão de indenizações por COVID-19

Foto: Ekaterina Bolovtsova/Pexels.

Em abril de 2020, as seguradoras brasileiras começaram a enfrentar um desafio sem precedentes com o surgimento da COVID-19. A primeira indenização paga por morte devido ao coronavírus marcou o início de uma série de pagamentos que ultrapassariam R$ 1 bilhão. O Plano de Amparo Social Imediato (Pasi), conhecido por suas inovações no setor de seguros desde 1989, liderou o movimento ao ser a primeira seguradora a realizar um pagamento desse tipo.

Aumento nas Solicitações de Indenizações

Um ano após o pagamento inicial, houve um aumento significativo no número de solicitações de indenizações, não apenas por morte, mas também por invalidez permanente e doenças relacionadas às sequelas da COVID-19. Este crescimento reflete a severidade e a ampla propagação do vírus entre a população.

Decisão das Seguradoras em Cobrir COVID-19

A Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão regulador do mercado segurador no Brasil, destacou que a decisão de cobrir eventos relacionados à COVID-19 partiu das próprias seguradoras. Mais de 80% do mercado optou por incluir a cobertura desses eventos, apesar de serem considerados riscos excluídos em muitos contratos. A Susep esclareceu que tal cobertura não se limita a regiões específicas, beneficiando segurados em todo o território nacional.

Impacto e Resposta do Setor de Seguros

Desde o início da pandemia, as seguradoras pagaram diversas indenizações em todo o Brasil, totalizando mais de R$ 1 bilhão. A Central de Amparo do Pasi registrou um aumento de 337% na utilização de seus serviços, com 5.070 acionamentos durante a pandemia, indicando não só o impacto direto da COVID-19, mas também o aumento da demanda por suporte psicológico relacionado ao luto e traumas.

Flexibilizações e Adaptações

A Susep, visando adaptar o setor de seguros ao cenário da pandemia, implementou medidas de flexibilização, como a extensão de prazos, para que as seguradoras pudessem melhor atender seus segurados. Estas medidas refletem o esforço em proporcionar alívio e suporte em um período de grande incerteza e desafios.

O setor de seguros demonstrou grande adaptabilidade e compromisso em responder à crise da COVID-19, oferecendo suporte financeiro significativo aos afetados. A cobertura de indenizações por COVID-19 representa um marco na história do setor, evidenciando sua importância no amparo à sociedade em momentos críticos.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado