Yalo: startup une forças com WhatsApp para estimular vendas por chat

A empresa mexicana é especializada nesse mercado batizado de chat commerce. Ela auxilia mais de 1.000 empresas em 41 países a fazer vendas e atendimentos por aplicativos como WhatsApp, Messenger e Telegram.
A empresa mexicana é especializada nesse mercado batizado de chat commerce. Ela auxilia mais de 1.000 empresas em 41 países a fazer vendas e atendimentos por aplicativos como WhatsApp, Messenger e Telegram.

A startup Yalo, de vendas por chat, continua a se aproximar de grandes nomes do mercado de tecnologia para crescer. Fundada em 2016 pelo empresário Javier Mata, a empresa foi a primeira companhia da América Latina a receber um investimento do B Capital Group, fundo de investimento criado pelo bilionário brasileiro Eduardo Saverin, um dos cofundadores do Facebook. Um mês depois de captar US$ 50 milhões para financiar sua expansão internacional, a startup anuncia que está unindo forças com o WhatsApp para o desenvolvimento de ferramentas que facilitem e impulsionem as vendas por aplicativos de conversação.

A empresa mexicana é especializada nesse mercado batizado de chat commerce. Ela auxilia mais de 1.000 empresas em 41 países a fazer vendas e atendimentos por aplicativos como WhatsApp, Messenger e Telegram. No Brasil, por exemplo, a Coca-Cola utiliza a ferramenta para se comunicar com 500.000 comerciantes e processar os pedidos de encomendas de produtos – um trabalho que antes era feito manualmente por atendentes por telefone.

A novidade é que agora a startup poderá trabalhar lado a lado com o WhatsApp para desenvolver ferramentas de comércio eletrônico próprias para o ambiente de mensagens. Essa facilidade de integração com o WhatsApp vai permitir que a startup lance um modelo de integração “self service” com as empresas clientes.

Atualmente, a companhia foca em grandes contas e disponibiliza um serviço de atendimento próprio para que elas comecem a usar a plataforma de automatização de vendas. No novo formato, negócios menores, com um catálogo mais enxuto de produtos, vão poder se cadastrar diretamente na Yalo para usar os serviços no WhatsApp. Para a startup, é uma chance de trazer novos perfis e aumentar sua base de clientes.

Além das novas ferramentas, a startup trabalha também na sua expansão internacional: o objetivo é aprofundar a presença do produto na América Latina e no Sudeste Asiático. O espaço para crescer não falta. Segundo estudo do BCG, o mercado de chat commerce já movimenta US$ 35 bilhões por ano nos mercados emergentes e pode chegar a US$ 130 bilhões até 2025.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado