Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Marca ‘fadinha’ é registrada para skatista Rayssa Leal

Rayssa Leal com a medalha de prata dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 Imagem: Getty Images
Rayssa Leal com a medalha de prata dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 Imagem: Getty Images

Com apenas 13 anos, a skatista Rayssa Leal, carinhosamente apelidada de “Fadinha”, foi destaque nas Olimpíadas de Tokio, ao conquistar a medalha de prata para o Brasil, pela modalidade skate street. 

Diante da grande repercussão da história de Rayssa Leal na mídia nacional e internacional, o apelido da skatista foi patenteado e passa a ser sua marca registrada. A decisão de patentear foi da advogada Flavia Penido. 

A profissional resolveu registrar, junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), para skates e correlatos, de forma gratuita para a atleta, para evitar que outras pessoas se utilizassem do apelido da skatista.

conteúdo patrocinado

O apelido fadinha surgiu em 2015, quando Rayssa tinha 7 anos. Ela viralizou nas redes sociais em um vídeo andando de skate com uma fantasia de fada, que chegou a ser compartilhado pelo skatista americano Tony Hawk. 

Atualmente, a atleta é patrocinada pela Nike, pelo Banco do Brasil, pela MRV e pela Monster. Recentemente, a Nike divulgou uma campanha publicitária denominada “Novas Fadas”, que tem a skatista como estrela. 

De acordo com a publicação do site Jota, a advogada afirma que não possui qualquer interesse comercial e irá ceder a marca de forma gratuita, arcando com todos os custos de registro e transferência. 

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado