Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Boeings da extinta TAF Linhas Aéreas, que estão em desuso há 10 anos, vão para leilão 

Boeings da extinta TAF Linhas Aéreas, que estão em desuso há 10 anos, vão para leilão 
Boeings da extinta TAF Linhas Aéreas, que estão em desuso há 10 anos, vão para leilão 

A TAF Linhas Aéreas foi uma companhia aérea brasileira com sede na cidade de Fortaleza, estado do Ceará, que faliu há mais de 10 anos, e que mesmo após a sua falência, suas aeronaves Boeing ainda estão abandonadas. Agora, de acordo com informações divulgadas pelo site AeroIn, quatro aeronaves irão à leilão, custando R$ 10 mil, cada. 

Os jatos Boeings 727 e 737 estão abandonados há uma década no Aeroporto de Fortaleza, onde funcionou a sede da companhia Transportes Aéreos Fortaleza (TAF). As quatro aeronaves serão leiloadas pelo leiloeiro Fernando Montenegro Castelo, incluindo os trijatos Boeings 727-200F de matrículas PT-MTC e PT-MTD, e os “Breguinhas” 737-200 matriculados PT-MTA e PT-MTF. 

Canal Telegram

conteúdo patrocinado

Inclusive, o PT-MTA está com a matrícula 9Q-CGJ, já que iria para a companhia GTRA Airways, do Congo, mas empresa africana acabou não vingando. Os lances pela sucata das aeronave começaram em R$10 mil reais para cada ex-jato. Alguns deles já receberam lances e estão hoje na faixa de R$11 mil. 

Os interessados devem prover um incremento mínimo de R$500 a cada novo lance. Para dar um lance e ver as ofertas, os interessados devem acessar o site oficial da Montenegro Leilões. O leilão vai até o dia 5 de agosto, sendo que o transporte pós-aquisição fica por conta do comprador e nenhuma das aeronaves está equipada com seus motores. Além disso, todas estão com as matrículas canceladas.

A empresa foi fundada em 1970, e começou suas operações fazendo voos de táxi aéreo e regionais pelo Nordeste e pelo Brasil.  Com o tempo, a frota cresceu e a companhia chegou a incorporar jatos Boeing 727 cargueiros e 737-200 “Breguinha” nas versões de passageiros e combi (carga mais passageiros).

No entanto, a empresa não resistiu ao tempo e encerrou as operações em 2010, deixando muitos de seus aviões abandonados em aeroportos brasileiros, principalmente em Fortaleza. Só agora, mais de uma década depois, eles serão leiloados.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado