Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Contas do SENGE/CE são reprovadas por membros do sindicato 

Por meio de comunicado, os membros do sindicato informaram que avaliaram algumas atitudes da atual gestão, que teriam motivado a falta da prestação de contas do exercício de 2020.
Por meio de comunicado, os membros do sindicato informaram que avaliaram algumas atitudes da atual gestão, que teriam motivado a falta da prestação de contas do exercício de 2020.

Durante assembleia Geral Ordinária do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará (SENGE/CE), que ocorreu na última segunda-feira, 30, os presentes na assembleia desaprovaram as contas do exercício de 2020 do Sindicato. As informações repassadas ao Economic News Brasil são de que não houve prestação de contas por parte da presidente, Teodora Ximenes.

Por meio de comunicado, os membros do sindicato informaram que avaliaram algumas atitudes da atual gestão, que teriam motivado a falta da prestação de contas do exercício de 2020. Entre os pontos ressaltados pelo Sindicato estão a cobrança da taxa extra de administração do plano de saúde sem a autorização da assembleia. 

As razões avaliadas pelo sindicato também incluem a não publicação dos balancetes mensais, não agindo conforme o que tinha sido previsto pela própria presidente, e o pagamento de advogado para ajuizar ações contra o CREA-CE em prejuízo dos próprios diretores. 

conteúdo patrocinado

O SENGE CE também aponta que, durante o exercício do ano de 2020, foi registrado elevado saldo em caixa (quase R$ 1 milhão), às custas de sócios do plano de saúde Unimed e não aplicação em benefício dos associados de modo geral.

O sindicato também informa que a prestação de contas não passou pela Diretoria Executiva e que existe impedimento de sócios e diretores suplentes de participarem das reuniões da diretoria, de forma que eles não têm acesso às contas. 

“Observou-se também um péssimo comportamento da presidenta Teodora Ximenes, com atitudes autoritárias, grosseiras e desproporcionais contra os sócios presentes. Alguns membros da diretoria, titulares e suplentes, alijados de participarem de assuntos relevantes do SENGE CE, votaram também pela reprovação da prestação de contas em deliberação na Assembleia”, explica o informe emitido pelo Sindicato. 

O Economic News Brasil entrou em contato com a presidente do SENGE CE, Teodora Teixeira, para saber sua versão sobre os fatos. No entanto, até a publicação desta matéria, ela não retornou a solicitação.

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado