Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Presidente da Petrobras anuncia que Ceará voltará a fornecer gás natural

(Foto: Magda Ehlers/Pexels)

O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, afirmou que a estatal é uma empresa forte e atenta às demandas e necessidades da sociedade brasileira. Luna participou da comissão geral no Plenário da Câmara dos Deputados para debater a situação da operação das termelétricas, o preço dos combustíveis e outros assuntos relacionados à empresa.

Em seu pronunciamento, o presidente da Petrobras informou que a estatal vai voltar a fornecer gás natural. De acordo com as informações divulgadas pelo Jornal o Povo, desde março que o Ceará está sem o navio de regaseificação no Porto do Pecém que abastecia as térmicas do terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL) para geração de energia. 

Joaquim Luna informou que o reposicionamento da embarcação será feito em outubro. “A Termofortaleza voltará em outubro com reposicionamento de navio”, disse ele, ao vivo, em audiência na Câmara dos Deputados. 

conteúdo patrocinado

Até então, o navio regaseificador de gás natural tinha sido movido para a Bahia. O chefe da estatal disse que a movimentação foi feita para aumentar a produção nacional de gás, e que o retorno se dará depois de concluído o arrendamento do terminal baiano. O acordo para isto deve ser feito nesta quarta-feira, 15, afirmou.

O questionamento do fornecimento de gás natural liquefeito ao Ceará foi realizado pelo deputado Danilo Forte (PSDB-CE). O presidente da Petrobras acrescentou ainda que a estatal compensou a queda de entrega de gás para o Nordeste com diesel. Sem o navio, o Ceará estava desabastecido de gás natural pela Petrobras, que atende especialmente as termelétricas do Estado e também as demandas dos vizinhos Rio Grande do Norte e Piauí. 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado