Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Mais baratas que Bitcoin e 694 vezes mais lucrativas: nova criptoaposta de Buffett e Musk decola 12.000% em 2021

O Brasil nunca teve tantos investidores em criptomoedas como agora. Segundo a Receita Federal, em julho deste ano, 4,1 milhões de pessoas físicas declararam operações com ativos digitais.
Imagem: Pexels

O Bitcoin já não é uma novidade, pelo contrário, se tornou um ativo digital extremamente conhecido mundo a fora. Mas existam outras moedas mundo afora.

Atualmente temos cerca de 8.000 criptoativos existentes, com novos projetos surgindo todos os dias. Alguns deles, bem mais rentáveis que o próprio Bitcoin.

Inclusive, o retorno de alguns desses ativos digitais é grande. Como é o caso da classe de criptoativos que ganhou a atenção dos maiores sobrenomes do mundo, como Musk e Buffett, e também de grandes empresas como Microsoft, Visa e Mastercard.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Esse tipo de criptoativos está entregando os maiores lucros do ano. As chamadas NFTs, em inglês Non Fungible Token, mais especificamente o subsegmento das criptomoedas de jogos desenvolvidos em blockchain, conhecidas como gamecoins.

Embora seja um segmento embrionário que acaba de ser criado, são esses criptoativos que estão entregando lucros verdadeiramente transformadores para os seus investidores em prazos extremamente curtos.

Por exemplo, a gamecoin AXS, cripto de governança do jogo Axie Infinity, disparou mais de 12.000% em 2021. Isso significa multiplicar por 120 vezes o dinheiro investido. Ou, na ponta do lápis, transformar R$ 1.000 em mais de R$ 120.000. Para chegar ao milhão bastaria um investimento de R$ 8.333. E ela não foi a única e nem a maior.

O jogo Game Credits, viu o preço da sua cripto disparar incríveis 1.207.757% . Isso mesmo, mais de um milhão por cento. Aqui, poucos reais se tornariam milhões. Quer mais um exemplo?

A cripto Iluvion, concorrente do Axie Infinity, viu o preço da sua cripto disparar 732% de julho para cá. Há um ano, o ILV custava R$ 358 e, hoje, ele já soma mais de R$ 2.500. MANA, nativo do projeto Decentraland, valorizou 1.629% em 12 meses; a Enjin Coin (ENJ), criptomoeda para jogos em blockchain da empresa asiática Enjin, valorizou pouco mais de 3000% no primeiro trimestre de 2021. Tudo isso contra meros 46% de alta em reais do BTC.

O retorno das gamecoins é tão assustador que a média de valorização das cryptogames com maior potencial é de 31.967%. Isso da uma média de retorno 694 vezes maior que a do BTC.

Os exemplos são incontáveis. Mas, em suma, é possível perceber que o mundo das gamecoins não é proveitoso apenas para quem joga, mas, principalmente, para quem investe nelas.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado