Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

LGPD: Saiba como evitar ligações indesejadas de telemarketing

Lei Geral de Proteção de Dados estabelece normas legais para o uso de dados de clientes e usuários com fins econômicos
Lei Geral de Proteção de Dados estabelece normas legais para o uso de dados de clientes e usuários com fins econômicos

Sabe aquelas ligações de telemarketing que se tornam indesejadas de tão insistentes que são? Pois é, com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) elas podem ter seus dias contados, caso o consumidor não queira mais receber esse tipo de contato. O consultor jurídico da Fecomércio Ceará, João Rafael Furtado, explica como proceder nesses casos e destaca a necessidade das empresas se adequarem à Lei.

A LGPD nasceu para estabelecer normas legais para o uso de dados de clientes e usuários com fins econômicos tanto nos serviços online quanto no atendimento presencial.

Com a Lei, números de CPF, RG, endereços, convicções religiosas, origem racial ou étnica, entre outras informações de bancos de dados passam a ter novas regras de coleta, armazenamento e tratamento no Brasil.  Dessa forma, a LGPD assegura o direito à privacidade e à proteção de dados pessoais.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Segundo João Rafael Furtado, a qualquer momento, caso se sinta incomodado com ligações de telemarketing, o consumidor pode entrar em contato com a empresa e confirmar se existe o tratamento dos seus dados e impedir que o tratamento continue a ser feito.

Em resumo, o consumidor tem que permitir receber ligações e/ou mensagens de telemarketing. O consultor jurídico da Fecomércio pontua ainda que o consumidor também pode fazer uma reclamação formal à Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD). O órgão é responsável por interpretar a lei, fiscalizar os controladores e operadores, e, eventualmente, aplica sanções.

Por isso, João Rafael Furtado reforça a importância das empresas se adequarem à LGPD. “A LGPD veio como um instrumento forte de proteção aos consumidores, bem como trouxe uma série de obrigações aos fornecedores. As empresas efetivamente devem se adequar a essa Lei”, pontuou.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado