Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

E-commerce do Nordeste fechou 2021 com alta de quase 57% no faturamento

Considerando o mesmo período, o crescimento das vendas online foi de 48,43%. Foto de Nataliya Vaitkevich no Pexels

Com a mudança no comportamento do consumo, o Nordeste apresenta bons resultados no e-commerce. O faturamento do setor, no ano de 2021, teve expansão de 56,91%. Considerando o mesmo período, o crescimento das vendas online foi de 48,43%.

Continuando com os dados do ano de 2021, mesmo com um bom resultado, o faturamento do Nordeste ficou em quarto lugar na composição regional, na frente somente do Sudeste (41,65%). As demais regiões tiveram o seguinte desempenho: Centro-Oeste (67,73%); Norte (61,13%); e Sul (57,97%).

Os dados são do índice MCC-ENET, levantamento desenvolvido pela Neotrust | Movimento Compre & Confie em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net).

Publicidade

“O forte crescimento das vendas online em 2021 revela um novo hábito do consumo, com migração de compras para a internet. No ano passado, não tivemos períodos críticos de confinamento e quarentena como em 2020, e, mesmo assim, os consumidores adotaram em maior proporção, as compras remotas”, afirma Gastão Mattos, responsável pela Divisão de Varejo Online da camara-e.net.

Nas vendas praticadas pela internet, nota-se que na comparação entre o mês de dezembro de 2021, com o mesmo mês do ano anterior, o crescimento no Nordeste foi de 23,69%. Já na avaliação entre dezembro e novembro, registrou variação negativa (−34,55%).

Na comparação regional, considerando o período de dezembro (2021 ante 2020), o Nordeste ficou em terceiro lugar. As duas melhores regiões posicionadas foram: Norte (32,70%); Centro-Oeste (26,55%); enquanto as duas últimas foram: Sul (15,24%); e Sudeste (11,99%).

O faturamento do setor teve crescimento de 20,03% em dezembro de 2021 frente ao mesmo período do ano anterior. Já na análise entre dezembro e novembro, teve queda de (−43,31%).

Ao avaliar o índice por região (dezembro de 2021 ante dezembro de 2020), o Nordeste ficou em penúltimo lugar, na frente somente do Sudeste (12,82%). As demais regiões tiveram os seguintes resultados: Centro-Oeste (27,68%); Norte (25%); e Sul (21,87%).

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado