Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Prevenção de perdas se torna um tema cada vez mais relevante no comércio

Ao empreender em qualquer área do comércio, é importante ficar atento em alguns fatores, mas, principalmente, no que diz respeito ao controle de prevenção de perdas.

De acordo com Flávia Nunes, consultora de varejo da Complement Consultoria & Marketing, existem duas modalidades de perdas que devem ser levadas em consideração pelos gestores. “É possível classificar utilizando os termos prevenção de perdas e prevenção de quebras. A primeira, é o resultado dos produtos que não constam mais no estoque e não se sabe o motivo certo de sua falta. Enquanto a prevenção de quebras representa os produtos que foram danificados, vencidos ou não podem mais ser comercializados”, explica.

Para a especialista, é importante que os colaboradores exerçam suas funções com extrema atenção para diminuir as chances de erros. “Cada conferente de produtos é um representante de prevenção de perdas na loja e é importante ser um exemplo de conduta para os outros colegas e funcionários. Além disso, eles devem pontuar todas as situações inesperadas ao gerente do estabelecimento, transformando a tomada de decisões em algo mais imediato”, pontua.

Publicidade

A consultora revela que é necessário fazer um acompanhamento detalhado de cada item, desde sua chegada até o momento de exposição nas gôndolas e vitrines. “O agente de prevenção de perdas tem o papel fundamental de acompanhar a contagem correta das mercadorias, além de verificar se o produto mencionado na caixa é o mesmo do interior. Também é importante criar um processo de organização e limpeza tanto no recebimento, quanto na exposição dos itens. Isso facilita a vida de clientes e colaboradores”, relata.

Esse conceito tem se expandido cada vez mais no mercado, com empresas adotando uma tipologia detalhada para diferenciar e classificar cada tipo de perda ou dano que eles possam enfrentar. “A concepção não se limita apenas ao controle de perdas em um estoque, mas também em perdas financeiras, administrativas, comerciais, legais e até mesmo de produtividade. Portanto, gestores de áreas comerciais diferentes devem estar atentos a cada detalhe de diversos setores de uma organização”, relata Flávia.

De acordo com a especialista em varejo, a solução para uma maior eficiência nesse setor é simples: siga os processos estabelecidos. “Para ter sucesso é necessário cumprir os procedimentos. Eles são definidos pela empresa com o intuito de facilitar os processos e obter melhores resultados, portanto, é importante manter uma boa sinalização informando como realizá-los de forma simples e objetiva. Vale lembrar que a educação é um quesito primordial na hora de orientar o cumprimento das normas, transparecendo uma postura exemplar e ética ao restante dos colaboradores”, finaliza.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado