Comissão Nacional de Fruticultura da CNA debate conjuntura e estratégias de ações para 2022

(Foto: Magda Ehlers/Pexels)

A Comissão Nacional de Fruticultura da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) se reuniu, nesta terça (19), para tratar do planejamento, estratégias de ações para as atividades em 2022 e debater a conjuntura do mercado de frutas e as perspectivas econômicas para os próximos meses.

No encontro também foram apresentadas a nova presidente e a vice-presidente da Comissão, Lígia Carvalho e Nilde Lage, respectivamente. Elas pontuaram a importância da atuação do colegiado, bem como de trabalhos que busquem difundir o consumo de frutas pela população.

Ações

Uma das ações na pauta de trabalho é a unificação da base de dados do setor de hortifrúti, propondo a inserção de dados setoriais de frutas e hortaliças no Observatório do Agro. Outro tema é o diagnóstico e o desenvolvimento de estratégias de comercialização regionais de hortifrútis, com apoio da Assistência Técnica e Gerencial do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Além desses temas, a comissão irá trabalhar em um diagnóstico das cadeias que apresentam potencial para ampliação no mercado global. Para isso, serão estudados os mercados demandantes, a sazonalidade da demanda e os gargalos como a logística da exportação.

Outra ação da comissão será, juntamente ao Comitê Minor Crops Brasil, seguir apoiando a ampliação de defensivos agrícolas para as Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente (Minor Crops).

Conjuntura

A reunião contou com a participação da pesquisadora Marcela Barbieri, do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Ela fez uma apresentação sobre a conjuntura de mercado das frutas analisadas pela equipe, como mamão, uva e maçã.

Um dos pontos de atenção mencionados foi a elevação nos custos de produção, em especial fertilizantes, frente à redução na produção, diante de eventos climáticos regionais, resultando em alguns casos na menor rentabilidade da atividade.

A informação é da ASCOM CNA.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado