Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

F1 in Schools leva crescimento profissional a alunos do SESI SENAI, no Ceará

O objetivo do Projeto F1 in Schools, que tem estimulado os jovens a criar escuderias de Fórmula 1, é competir em uma pista de corrida em miniatura. Através do projeto, os alunos da escola SESI SENAI Parangaba, no Ceará, estão sendo desafiados a serem líderes.

Seguindo as especificações estabelecidas nas regras internacionais da competição, todos devem usar recursos tecnológicos para projetar protótipos de carro de Fórmula 1 em 3D. “Aqui, não é só a velocidade que conta: é necessário utilizar diversos recursos tecnológicos para projetar, modelar e testar um protótipo de um carro de F1. Nessa preparação para o mundo profissional, os jovens competidores precisam pensar em marketing, patrocínio, plano de negócios e estratégias em mídias sociais. Além disso, as equipes desenvolvem um projeto social, que pode ser usado como critério de desempate no resultado final”, explica o professor do SESI, Thiago Gomes.

Na atividade, os estudantes desenvolvem um cilindro de CO2 em cada miniatura que proporciona a combustão ideal para os carros correrem. “Eles atingem menos de 1 segundo em uma pista de 28 metros de extensão em linha reta”, conta Thiago. É uma velocidade que passa dos 100 quilômetros por hora. As miniaturas suportam as forças de aceleração na partida, travessia do percurso e desaceleração física após cruzarem a linha de chegada.

conteúdo patrocinado

F1 in Schools

Realizado desde 2019, o programa F1 in Schools envolve estudantes de 9 a 19 anos matriculados em Escolas SESI SENAI a criarem empresas para competir em uma pista de corrida em miniatura. O campeonato, que faz parte de um projeto internacional realizado pela própria Fórmula 1, reproduz desafios profissionais envolvidos em uma corrida de carros do início ao fim, desde a criação da escuderia até o enfrentamento nas pistas.

Competição

Neste final de semana, 6 alunos disputaram uma prova, em São Paulo, experiência que incentivou mais interatividade com outros alunos e capacidade de crescimento acadêmico e profissional.

A informação é do Sistema Fiec.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado