Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Preocupação das empresas com taxa de juros é a maior desde 2016, aponta CNI

(Imagem: Pexels)

No segundo trimestre deste ano, os três problemas que mais preocuparam o empresário brasileiro, foram: a falta ou o alto custo das matérias-primas, assinalado por 52,8% das empresas; elevada carga tributária, lembrada por 30,9%; e a alta taxa de juros, registrado por 24,3% dos respondentes. 

Os dados são da Sondagem Industrial, da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O levantamento foi realizado entre 1° e 11 de julho de 2022, e consultou 1.853 empresas, sendo 730 de pequeno porte, 660 de médio porte e 463 de grande porte.

Na comparação com o primeiro trimestre de 2021, o percentual aumentou 16,7 pontos e se tornou o maior desde o quarto trimestre de 2016, quando foi assinalado por 27,9% dos respondentes. As queixas sobre a elevada carga tributária estão praticamente estáveis com uma alta de 0,5 ponto no segundo trimestre em relação a janeiro e março deste ano

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

“Essa percepção por parte dos empresários permanece relacionada ao cenário econômico do país, à medida que o Banco Central continua fazendo reajustes consecutivos na taxa Selic para combater a inflação. A taxa básica de juros vem sendo elevada desde março de 2021 e, desde dezembro, a taxa real se encontra em patamar que inibe a atividade econômica”, explica o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado