Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Arrecadação das Receitas Federais fecha junho em R$ 181,04 bi

Foto: Freepix

O Ministério da Economia divulgou nesta quinta-feira (21) que a arrecadação total das Receitas Federais fechou o mês de junho em R$ 181,04 bilhões. Este é o melhor desempenho arrecadatório para junho desde 2000. Em relação ao mesmo período de 2021, o valor representa um acréscimo de 17,96%. 

Em relação às Receitas Administradas pela Receita Federal, o valor arrecadado, em junho, foi de R$ 174,3 bilhões. Isto representa um acréscimo real de 17,12%. 

Segundo o Banco Central, o aumento se deve ao crescimento de recolhimentos do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL).

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Ambos totalizaram uma arrecadação de R$ 34,2 bilhões, com crescimento real de 37,47%. Empresas ligadas ao setor de commodities também realizaram pagamentos de cerca de R$ 6 bilhões. 

O grande vetor desse aumento de arrecadação foi exatamente o lucro das empresas, que veio bem acima do que estava previsto e bem acima das bases estimadas ao longo de 2021“, disse o ministro Paulo Guedes.

O Cofins e o PIS/Pasep apresentaram uma arrecadação conjunta de R$ 34,2 bilhões em junho, aumentando 11,8% em relação a 2021. Já o Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (IRRF) – Rendimentos de Capital teve arrecadação de R$ 15,2 bilhões, com acréscimo real de 97,42%, e a Receita Previdenciária teve arrecadação de R$ 44.5 bilhões, com acréscimo real de 10,8%.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado