Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Frango brasileiro tem exportação recorde em Janeiro com aumento de 20,6%

Consumo de Frango no Brasil é três vezes maior do que em 1990
(Foto: Divulgação)

O Brasil é um dos maiores produtores de aves do mundo, e seus números são superiores aos internacionais em todos os aspectos. Isso foi comprovado pelas exportações de carne de frango em janeiro, que alcançaram 420,9 mil toneladas, um aumento de 20,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), este é um recorde para o mês, graças à forte demanda internacional causada pela restrição global de oferta devido à gripe aviária.

A China, principal destino das exportações brasileiras de carne de frango, importou 60,2 mil toneladas em janeiro, 24,7% a mais do que no mesmo período do ano anterior. Outros destaques incluem Japão (37,7 mil toneladas, +23,1%), Arábia Saudita (32,4 mil toneladas, +111,3%), África do Sul (29,5 mil toneladas, +15,7%) e União Europeia (21,8 mil toneladas, +20,4%).

Segundo Fábio Pizzamiglio, diretor da Efficienza, empresa especializada em comércio exterior, o cenário é positivo, mas ainda há necessidade de maior diversificação de mercado. “Estamos ampliando nossa participação internacional em carnes, incluindo frango e também sendo o principal exportador de carne bovina. Embora haja uma grande dependência da China, acreditamos que há possibilidade de expandir para novos mercados em 2023”, afirma Pizzamiglio.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Além do sucesso dos exportadores, os consumidores brasileiros também comemoram a queda de preços nos distribuidores varejistas e atacadistas. De acordo com uma pesquisa da Safras & Mercado, os preços dos cortes congelados de frango diminuíram ao longo de janeiro. Por exemplo, o preço do quilo do peito caiu de R$ 7,60 para R$ 6,80.

Neste início de ano, o dólar tem experimentado flutuações frequentes no seu valor. Recentemente, houve uma queda constante no preço da moeda estrangeira, mas agora está apresentando uma alta. A Associação Brasileira de Proteína Animal (Abpa), responsável por monitorar a produção de aves e suínos no Brasil, afirma que cada brasileiro consome, em média, 45 quilogramas de carne por ano, três vezes mais do que o consumo de 1990, que era de 13,5 quilogramas por pessoa. De acordo com especialistas, o consumo de carne deve continuar a crescer nos próximos meses devido à persistente queda nos preços.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado