Mercado livre de energia cresce 10,6% em 2022 e amplia oportunidades para PME’s em 2023/2024

(Hoan Ngoc/Pexels)

De acordo com os dados recentemente divulgados pela CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica), o mercado livre de energia cresceu 10,6% em 2022 e fechou o ano com 36,4% de participação no total de consumo de energia no Brasil. Além disso, o número de agentes e unidades consumidoras no mercado livre também aumentou, chegando a 10.983 agentes e 29.549 unidades consumidoras, respectivamente.

Em alguns estados do país, o mercado livre já representa mais da metade do consumo total de energia, como Pará e Minas Gerais, que registraram 54% e 52% de participação, respectivamente. São Paulo liderou o mercado livre em termos absolutos, com cerca de 7 mil MWmed direcionados para esse segmento, seguido por Minas Gerais e Paraná.

Em 2023/2024, esse mercado será aberto para uma nova classe de consumidores, com faturas mensais de cerca de R$ 10 mil, o que representa uma grande oportunidade para as PME’s. Segundo o CEO da comercializadora de energia Energizou, Christian Cunha, essa ampliação do mercado livre pode trazer novos desafios, mas também novas oportunidades para o setor. Ele acredita que esse período pode ser de crescimento e de melhorias para o setor de energia no Brasil.

A tendência é de que a participação do mercado livre de energia continue a aumentar, trazendo mais flexibilidade e liberdade para os consumidores escolherem suas fontes de energia. Além disso, é esperado que as PME’s possam aproveitar essa oportunidade para reduzir seus custos e aumentar sua competitividade.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado