Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Presidente da Fundação Rockefeller é favorito para liderar o Banco Mundial

(Foto: Fundação Rockefeller/Divulgação)

O ex-chefe da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional e atual presidente da Fundação Rockefeller, Rajiv Shah, segue como favorito para substituir David Malpass como chefe do Banco Mundial. A escolha do governo de Joe Biden pode seguir o “acordo de cavalheiros” no qual os EUA escolhem o presidente do Banco Mundial, enquanto a Europa escolhe o diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional. No entanto, há apelos para que o processo de escolha seja aberto, a fim de acabar com o controle da Casa Branca sobre a nomeação do líder do órgão global de desenvolvimento.

Rajiv Shah é um médico e ex-funcionário do governo dos Estados Unidos, tendo trabalhado como chefe da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) de 2010 a 2015. Ele também serviu como subsecretário de Agricultura para Pesquisa, Educação e Economia no governo Obama. Desde 2017, o executivo é o presidente da Fundação Rockefeller, uma organização filantrópica global que financia iniciativas nas áreas de saúde pública, desenvolvimento sustentável, educação e artes.

Sob a liderança, a instituição tem investido em diversas áreas, incluindo a pandemia de COVID-19 e a saúde global, trabalhando em estreita colaboração com governos, organizações não governamentais e outras fundações para fornecer assistência em todo o mundo.

conteúdo patrocinado

A Fundação Rockefeller é uma das maiores organizações filantrópicas do mundo, com um capital de cerca de US$ 4,1 bilhões, que é usado para financiar iniciativas globais nas áreas de saúde pública, desenvolvimento sustentável, educação e artes.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado