Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Brasil habilita mais de 90 empresas a exportar milho para a China

(Foto: Livier Garcia/Pexels)

Com a habilitação de mais de 90 empresas brasileiras pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) para exportar milho para a China, o número de companhias autorizadas a vender o produto para o país asiático subiu para 446. A China é considerada uma peça chave na estratégia do Brasil para impulsionar as exportações de milho, que devem bater recorde em 2022 e podem ultrapassar as exportações dos Estados Unidos.

Irã, Japão, Espanha e Egito eram os maiores compradores de milho do Brasil antes da China. Mas, em janeiro deste ano, as exportações brasileiras de milho para a China cresceram 167% em relação ao mesmo mês do ano passado, com o país asiático absorvendo 15% das vendas do produto brasileiro.

Desde o ano passado, o Ministério da Agricultura é responsável por registrar as empresas brasileiras que atendem aos requisitos estabelecidos pela China para a exportação de milho. A habilitação é resultado de um acordo entre os dois países fechado em 2020. Após o registro no Brasil, a lista de empresas habilitadas é enviada à Administração Geral de Alfândegas da China (GACC, na sigla em inglês). Quando a lista é confirmada pelas autoridades chinesas, as empresas podem embarcar o grão para o país asiático.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado