Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Empresa de engenharia desenvolve projeto de etanol de milho

(Foto: Michael Fischer/Pexels)

 

A empresa A1 está de olho nas oportunidades da agroindústria brasileira e desenvolveu seu primeiro projeto de etanol de milho para um cliente que irá implantar uma nova unidade industrial em Goiás.

A A1 já possui plantas de etanol de cana-de-açúcar e agora aposta no potencial do milho como matéria-prima. Algumas plantas de produção de etanol, conhecidas como híbridas, processam tanto cana-de-açúcar quanto milho, mostrando o interesse do setor de biocombustíveis em ampliar o espaço do milho nesse mercado. No caso específico, a A1 desenvolveu todo o projeto da planta de cogeração, utilidades e interligações.

Publicidade

Algumas empresas estão entrando nesse mercado com experiência adquirida na operação com cana-de-açúcar, atraídas pelo potencial do grão e seus subprodutos. Embora o setor ainda seja mais vantajoso para grandes empresas, a A1 está pesquisando possibilidades para viabilizar investimentos em plantas de etanol de milho de menor porte, tornando-as mais acessíveis para médias e pequenas empresas.

A fase de implantação desse projeto requer um investimento inicial significativo, mas é compensada posteriormente pela lucratividade das plantas de alta performance.

As principais tecnologias utilizadas nessas plantas foram desenvolvidas nos Estados Unidos, país líder mundial na produção de milho. O desafio está em adaptá-las à realidade brasileira. A A1 é responsável pelo desenvolvimento dos projetos de todas as instalações da planta, desde a moagem do milho até o final do processo, dimensionando equipamentos e sistemas, como tratamento de água e efluentes, vapor e condensado, geração de energia, interligações, sistemas elétricos, instrumentação e automação, entre outros.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado