Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Arábia Saudita anuncia corte na produção de petróleo

Foto: Pixabay

Um dos países que mais tem petróleo no mundo, a Arábia Saudita vai reduzir a produção um milhão de barris por dia. O acordo foi fechado neste domingo, 4, na reunião entre os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados (OPEP+), realizado em Viena, na Áustria.

Segundo informações da agência Reuters e do “Financial Times”, o ministro da Energia da Arábia Saudita, o príncipe saudita Abdulaziz bin Salman, estimou que essa decisão de diminuir a produção de petróleo pode ser estendida para depois de julho caso considerem que é necessário.

Na noite deste domingo, as cotações do petróleo nos mercados internacionais eram de alta. O preço do barril do tipo Brent, referência para os preços da Petrobras avançavam 2,55%, cotados a US$ 78,07, ao passo que o WTI valorizava-se 2,63%, a US$ 73,63.

Publicidade

No encontro, que durou mais de 7 horas, a OPEP decidiu ainda prolongar as metas de redução global da produção de petróleo a partir de 2024 para um total de 40,46 milhões de barris diários. “Queremos apenas cobrir o bolo com o que fizemos”. Faremos o que for necessário para trazer estabilidade a este mercado”, garantiu o ministro saudita, que é o líder de fato da OPEP+, em declarações ao periódico britânico.

A próxima reunião da OPEP+ está agendada para o dia 26 de novembro.

Sobre a OPEP+

A OPEP+, que agrupa a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados liderados pela Rússia, bombeia cerca de 40% do óleo bruto do mundo, o que significa que as suas decisões podem ter um grande impacto no preço do petróleo.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado