Pesquisar
Close this search box.

Mercado Financeiro inicia a semana com Dólar na menor baixa e expectativas de corte na Taxa Selic

(Foto: David McBee no Pexels)

O mercado financeiro iniciou a semana com dólar em queda, alcançando seu menor valor em um ano. Além disso, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sinaliza um possível corte na taxa Selic. Esses eventos marcam o início de uma semana repleta de tendências interessantes no mercado financeiro brasileiro.

Nesta segunda-feira, o dólar comercial abriu cotado a R$ 4,867, uma queda de 0,20%. Com isso, a moeda norte-americana atinge seu menor valor em um ano, superando o recorde anterior registrado no final da semana passada. Outras moedas também apresentaram variações, com o euro a -0,076% (R$ 5,236), a libra a -0,65% (R$ 6,089) e o peso argentino a -0,92% (R$ 0,020). O Bitcoin caiu -1,17% para R$ 126.706,289. Apesar disso, a Receita Federal registrou um aumento no número de investidores de criptoativos no Brasil, que agora ultrapassa quase 2 milhões – um recorde desde que o órgão começou a receber declarações de ativos digitais.

Em paralelo, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira (B3), abriu em alta de 0,27%, atingindo 117336,34 pontos. Este movimento marca a sétima alta consecutiva do índice. Em 2023, o índice já registrou um aumento de 6,93%, e só em junho, a alta acumulada é de 8,31%.

No segmento de ações, os destaques foram: PETR4.SA (+1,85% / R$ 30,84), VALE3.SA (-1,55% / R$ 67,30), ITUB4.SA (-1,19% / R$ 27,47), BBDC4.SA (-0,77% / R$ 16,73). As ações mais negociadas foram PETR4.SA, MGLU3.SA, HAPV3.SA, VIIA3.SA, BBAS3.SA.

Em evento do setor varejista em São Paulo, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, destacou a significativa queda na curva futura de juros no Brasil, indicando que isso abre espaço para um possível corte na taxa básica Selic no futuro. Ele ressaltou que essa redução na curva de juros futuros é um sinal de que o mercado está confiante nas medidas adotadas e isso possibilita a atuação da política monetária.

Campos Neto também mencionou que o mercado tem reagido positivamente ao arcabouço fiscal implementado pelo governo e uma tendência favorável no câmbio. Ele acrescentou que é provável que o país enfrente deflação em junho, mas prevê que os preços subam posteriormente, resultando em uma taxa de inflação entre 4,5% e 5% em 2023.

Apesar das expectativas elevadas de um corte na taxa de juros, as perspectivas futuras podem não corresponder exatamente ao que é esperado. Jackson Pereira Jr., articulista de negócios do Economic News Brasil, ressalta que, embora haja uma alta expectativa no mercado financeiro quanto ao corte de juros, é importante considerar que as quedas reais na taxa Selic podem diferir da expectativa. Nesse sentido, é crucial observar atentamente a efetiva implementação dessas medidas e as reações do mercado quando os cortes de fato forem iniciados, afirma o especialista.

Além disso, os índices econômicos merecem atenção. O IPCA registrou uma variação de +0,61% em abril de 2023, o IPC-Fipe apresentou uma variação de +0,43%, o INPC registrou +0,53% e o IGP-M teve uma queda de -0,95%.

No mercado de commodities, destaca-se o petróleo, que registrou uma queda de -3,56%, sendo vendido a US$ 72,130. Já o ouro teve um aumento de +1,62%, atingindo o valor de US$ 1987,000, enquanto a prata apresentou uma queda de -1,02%, sendo comercializada a US$ 24,085. A platina teve uma diminuição de -1,1%, alcançando o valor de US$ 1009,700. Por outro lado, o paládio registrou um aumento significativo de +43,3%, atingindo US$ 1900,000.

No segmento de produtos agrícolas, os preços são os seguintes: açúcar a R$ 147,91 por saca de 50kg, algodão a R$ 4,1026 por libra-peso, arroz a R$ 82,52 por saca de 50kg, bezerro a R$ 2.238,46 por cabeça ou unidade, boi gordo a R$ 237,65 por arroba, café a R$ 982,74 por saca de 60kg e milho a R$ 53,77 por saca de 60kg.

Esses números e indicadores são fundamentais para acompanhar o panorama econômico e as tendências do mercado financeiro brasileiro.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado