Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Crescimento da BB Seguridade: retorno de R$ 40 bilhões aos investidores em uma década após IPO

Com os números, a holding terminou o ano passado com lucro líquido ajustado de R$ 3,877 bilhões, baixa de 10% em relação ao ano anterior.
Divulgação

Dez anos após realizar a maior oferta pública inicial de ações em 2013, a BB Seguridade reporta ter distribuído mais de R$ 40 bilhões aos seus investidores através de dividendos e restituição de capital, além de um impressionante crescimento de 78% em seu valor de mercado.

Em abril de 2013, a oferta de ações da BB Seguridade movimentou R$ 11,5 bilhões, permanecendo como uma das dez maiores ofertas públicas no mercado de ações brasileiro desde 2004. Auxiliada pela vasta rede do Banco do Brasil e o interesse de investidores estrangeiros, a oferta da BB Seguridade foi a maior do mundo naquele ano, catapultando a avaliação da empresa para R$ 34 bilhões.

A BB Seguridade declara que, na última década, o retorno sobre o patrimônio líquido mais do que dobrou, graças ao constante aprimoramento de suas operações. O CEO da holding, Ulisses Assis, em comunicado, revelou: “Esse progresso levou a um aumento triplo nos lucros ao longo dos últimos dez anos, alcançando um marco histórico de lucros de R$ 6 bilhões no ano passado”. Para celebrar seus dez anos de listagem, a empresa realizará uma cerimônia simbólica na B3 nesta segunda-feira.

Publicidade

Fundada oficialmente em 2012, a BB Seguridade surgiu quando o Banco do Brasil uniu sob seu domínio as empresas de seguridade que possuía de forma isolada, como a BB Corretora, e em parceria com outras companhias, como a Brasilprev (com a Principal como sócia) e a Brasilseg (com a Mapfre). A iniciativa visava obter uma avaliação para a empresa através da abertura de capital, algo que não era possível enquanto era parte integrante do banco.

Essa configuração permanece até hoje. A BB Seguridade detém participações majoritárias nas empresas, com a maioria das ações preferenciais e direitos econômicos, incrementando o fluxo de dividendos recebidos pela holding e, por consequência, distribuídos aos acionistas. Vale ressaltar que o Banco do Brasil possui dois terços do capital da empresa.

A bem-sucedida estratégia da BB Seguridade inspirou outra instituição financeira pública, a Caixa Econômica Federal, que em 2015 criou a Caixa Seguridade com o mesmo propósito. A abertura de capital dessa empresa, que representou a estreia do conglomerado da Caixa na Bolsa, ocorreu em 2021. Atualmente, a Caixa Seguridade apresenta forte desempenho na B3, aproximando-se de seus maiores valores, com uma avaliação de mercado de R$ 31 bilhões.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado