Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Foco em ressocialização e educação: visita da Seas ao TRT7 aborda jovem aprendiz e empregabilidade

Foto: Divulgação TRT7

Na última quarta-feira, 26/07, o Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7) recebeu a visita institucional da Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas). O superintendente Roberto Bassan, representando a Seas, expôs o compromisso da instituição com a educação, abrangendo a escolarização e a qualificação profissional, e com a ressocialização no estado do Ceará.

O encontro se concentrou na discussão de temas cruciais, como a empregabilidade de adolescentes pós-medida socioeducativa e a inclusão desses jovens no mercado de trabalho por meio da cota do Programa Jovem Aprendiz. Programas que facilitam a transição para a vida adulta dos jovens egressos do sistema, como o Programa de Oportunidades e Cidadania (POC), lançado em março de 2022, foram também mencionados.

Por parte do TRT7, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) e a Ouvidoria compartilharam a experiência no acompanhamento do cumprimento da cota para pessoas egressas do sistema prisional em contratos públicos de terceirização.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Complementarmente, o diálogo abordou os cursos de formação e capacitação conduzidos pelo Sistema ‘S’ e pelo IDT, direcionados especificamente às necessidades dos jovens em medidas socioeducativas.

A conscientização da sociedade em relação a esses jovens, buscando evitar estigmas e contribuir para sua inclusão no mercado de trabalho, foi um tema levantado ao fim da reunião.

O desembargador José Antônio Parente (Ouvidor TRT7) ressaltou a importância da visita e elogiou a dedicação da Seas à ressocialização dos jovens: “Falamos muito sobre o futuro desses adolescentes, da ressocialização e inserção no mercado de trabalho. A empregabilidade garante todos os direitos socioeconômicos: lazer, habitação, alimentação, transporte, entre outros”, destacou.”

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado