Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Investir nos EUA: brasileiros diversificam patrimônio em dolar

(Foto: Divulgação)

Investir nos Estados Unidos, um sonho que já foi exclusivo de poucos, tornou-se uma realidade acessível a todos os brasileiros, graças aos avanços tecnológicos e regulatórios. Essa oportunidade oferece benefícios como a diversificação de investimentos, menor exposição à volatilidade do mercado brasileiro e economia em taxas e impostos. E a fintech Nomad, lançada em 2020, desempenha um papel fundamental nesse cenário, facilitando a abertura de contas nos EUA para mais de um milhão de brasileiros e multiplicando seu tamanho quatro vezes no último ano.

Integrando várias instituições financeiras, a Nomad desenvolveu um aplicativo que permite a abertura de contas bancárias e contas em corretoras de valores nos Estados Unidos em questão de minutos, de forma simples e gratuita. Além disso, oferece a facilidade de converter reais em dólares instantaneamente para uso em compras ou saques em mais de 180 países, ou para iniciar investimentos a partir de apenas US$ 1 no mercado de capitais dos EUA.

A fintech, que conta com fundadores com experiência em startups de sucesso, como iFood, Viva Real e Comprova, já conquistou US$ 120 milhões em investimentos de renomadas gestoras de venture capital, incluindo a brasileira Monashees e a americana Tiger Global.

Publicidade

Segundo Lucas Vargas, CEO da Nomad, a volatilidade do real e do mercado brasileiro motiva muitos brasileiros a buscar a abertura de contas nos Estados Unidos como forma de proteger e diversificar seu patrimônio financeiro. “A volatilidade pode ser prejudicial no longo prazo”, enfatiza.

Além disso, ter uma conta nos EUA oferece vantagens para quem viaja e faz compras no exterior, graças à menor incidência do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) em comparação com as compras feitas com cartões de crédito brasileiros. As transferências pelo aplicativo da Nomad pagam apenas 1,1% de IOF, enquanto os depósitos na conta bancária ou conta de investimento pagam apenas 0,38%. Em contrapartida, as compras internacionais com cartões brasileiros têm uma taxa de IOF de 5,38%

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado