Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Obra em usina de Fortaleza ameaça internet no país

Usina em Fortaleza ameaça internet no Brasil
Foto:Brett Sayles/Pexels

A paradisíaca Praia do Futuro, um dos destinos favoritos de fortalezenses e turistas, é palco de um conflito inesperado que envolve o acesso à internet em todo o Brasil e o abastecimento de água em uma usina de Fortaleza.

O governo estadual apoia a construção de uma usina que converterá água do mar em potável, enquanto as empresas de telecomunicações temem que a obra na usina de Fortaleza danifique cabos submarinos responsáveis por fornecer internet rápida ao país.

Fortaleza se tornou a primeira cidade brasileira a receber cabos de fibra ótica europeus, garantindo uma conexão veloz devido à sua proximidade com a Europa, a apenas cerca de seis mil quilômetros. A partir de Fortaleza, esses cabos se estendem até o Rio de Janeiro e São Paulo.

Publicidade

Segundo a Anatel, esses cabos respondem por 99% do tráfego de dados no país, tornando o Ceará, especialmente Fortaleza, a peça-chave na interconexão do Brasil com o mundo.

A Agência Nacional de Telecomunicações emitiu uma recomendação contrária à instalação da usina de dessalinização, alegando que o rompimento desses cabos resultaria em um país desconectado ou com uma internet extremamente lenta.

Essa medida atrasou o projeto, que agora deve ser adiado em pelo menos seis meses, inicialmente programado para iniciar as operações em 2025. A empresa responsável pela usina afirmou ter feito alterações no projeto para eliminar riscos aos cabos submarinos.

A Cagece, Companhia de Água e Esgoto do Ceará, espera que a Anatel reconsidere sua recomendação à luz das mudanças implementadas no projeto.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado