Aporte de US$ 61 milhões impulsiona Nomad a expandir equipe em 2023

Patrick Sigrist e Lucas Vargas, da Nomad (Foto: divulgação)

A fintech Nomad, após receber um aporte significativo de US$ 61 milhões, está em pleno plano de expansão e pretende contratar 100 novos profissionais até o final do ano. A reabertura das fronteiras e a crescente procura por serviços em dólar elevou a Nomad a mais de 1 milhão de clientes ativos e um valor impressionante de R$ 2,5 bilhões em ativos sob custódia.

O CEO Lucas Vargas enfatiza que o investimento demonstra o grande potencial da empresa. Enquanto isso, Luiza Rubio, Head de People, detalha a evolução da equipe desde 2022 e a meta de alcançar 438 colaboradores até o final de 2023. A empresa reforçou seu time com a contratação de Eduardo Baer como COO.

Com foco na diversidade, mais de 50% da liderança da Nomad é feminina. A fintech também expande seu portfólio, marcando presença em locais como Orlando e o Aeroporto de São Paulo/Guarulhos.

Fintech

Fundada em 2019, a Nomad é uma fintech brasileira voltada para soluções financeiras globais. Através de seu aplicativo, ela proporciona facilidade, segurança e economia em transações internacionais. Os clientes têm à disposição operações de câmbio, conta bancária nos EUA e oportunidades de investir em ações e ETFs das maiores bolsas americanas. Usando a Nomad, é possível aumentar o patrimônio em dólar, realizar transferências globais e fazer compras internacionais com IOF reduzido, economizando até 10% em relação a cartões brasileiros. Aceito em mais de 180 países, o cartão Nomad também permite saques em ATMs. A Mogno Capital DTVM Ltda. intermedia os serviços de investimento da Nomad.

Mais Lidas

Últimas Notícias

LEIA MAIS

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?