Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Japão: 2 milhões de trabalhadores estrangeiros transformam o país

Japão: 2 milhões de trabalhadores estrangeiros transformam o país
País teve crescimento de 12,4% de mão-de-obra estrangeira em 2023 (Foto: Daniel Tong/Unsplash).

O Japão testemunhou um aumento sem precedentes na admissão de trabalhadores estrangeiros, atingindo um pico histórico de 2,04 milhões em 2023, um salto de 12,4% em relação ao ano anterior. Este crescimento, segundo o Ministério do Trabalho do Japão, é uma resposta direta à crise demográfica que afeta o país, impulsionando a necessidade de mão-de-obra em diversos setores, desde a indústria até os serviços de cuidados com idosos.

A mudança demográfica no Japão tem obrigado tanto empresas quanto comunidades a se adaptarem a uma realidade de maior abertura para a integração de estrangeiros. A presença desses trabalhadores é notadamente visível em áreas urbanas e rurais, alterando o cenário social e econômico de localidades como Oizumi, Gunma, onde aproximadamente 20% da população é composta por imigrantes.

Leia também:

Japão perde para Alemanha como terceira economia mundial

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

 

Além do impacto populacional, a inclusão de trabalhadores estrangeiros é vista como uma solução vital para contrapor o declínio na força de trabalho japonesa, que vem se acentuando desde 1995. Diante desse cenário, o primeiro-ministro Fumio Kishida expressou preocupações sobre a capacidade do país de manter suas funções sociais devido à baixa taxa de natalidade.

Um estudo da Agência de Cooperação Internacional do Japão projeta a necessidade de 6,74 milhões de trabalhadores estrangeiros até 2040 para sustentar o crescimento econômico. Contudo, a população imigrante no Japão ainda é relativamente pequena, representando cerca de 2% do total nacional, o menor índice entre os países do G7, segundo a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

A integração de trabalhadores estrangeiros no Japão não tem sido isenta de desafios. Desde o início das iniciativas de imigração na década de 1990, a sociedade japonesa enfrenta dificuldades relacionadas à aceitação de imigrantes. Pesquisas indicam uma recepção mista por parte da população japonesa, com apenas 23% dos entrevistados em 2018 favoráveis ao aumento da imigração.

Apesar disso, muitos persistem em busca de melhores oportunidades, evidenciando a complexidade da experiência imigratória no Japão.

Para abordar esses desafios, o governo japonês tem revisado as políticas de imigração, visando melhorar as condições de trabalho e facilitar a integração de trabalhadores estrangeiros. A reformulação do programa de trabalhadores estrangeiros, iniciada pelo ex-primeiro-ministro Shinzo Abe em 2019, busca oferecer uma supervisão aprimorada e maior transparência nos objetivos do programa.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado