Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Produção de arroz será 19% menor no Paraná em 2024

Safra de arroz no Paraná enfrenta redução devido as chuvas na sul do país

Arroz 1
(Imagem: divulgação/ Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa))

A produção de arroz no Paraná em 2024 deve ser 19% menor que a de 2023, conforme dados do Departamento de Economia Rural (Deral). Em 2023, foram colhidas 152,6 mil toneladas, enquanto até agora, em 2024, a produção é de apenas 124,3 mil toneladas. O declínio se deve principalmente às chuvas intensas e enchentes que atingiram diversas lavouras no estado.

Em Santa Mônica, localizada no noroeste do Paraná, o Rio Ivaí transbordou, afetando inúmeras propriedades produtoras de arroz. Este é apenas um exemplo de como as condições climáticas impactaram negativamente a produção agrícola na região.

Apesar da redução na produção, o engenheiro agrônomo do Deral-PR, Carlos Hugo Godinho, afirma que não haverá escassez de arroz. “Tem bastante arroz disponível, principalmente nesse primeiro momento. A não ser por alguns problemas logísticos específicos do Rio Grande do Sul, mas nada que seja capaz de criar um preço muito mais alto”, comenta.

Publicidade

O engenheiro destaca que, para o final do ano, pode ser necessário importar um pouco mais de arroz, prática comum em períodos de entressafra. “Caso precisemos, ajustaremos nossas exportações ou importaremos mais. Os são canais estabelecidos, não é como se tivéssemos que começar do zero”, explica.

O Paraná, sendo um dos maiores produtores de arroz do Brasil, não está sozinho nas dificuldades. Recentes impactos da chuva também afetaram o Rio Grande do Sul, maior produtor nacional. No entanto, o cenário logístico está sendo monitorado para garantir o abastecimento interno, sem que haja necessidade de aumentos nos preços.

Veja também:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado