Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Curitiba, Maringá e Londrina destacam-se no Startup Ecosystem Index 2024

O ranking é liderado por São Francisco (EUA)

Curitiba é a segunda cidade do Brasil no relatório, atrás apenas de São Paulo, figurando em 137° no mundo.
Curitiba é a segunda cidade do Brasil no relatório, atrás apenas de São Paulo. (Foto: Tima Miroshnichenko/Pexels)

As cidades de Curitiba, Maringá e Londrina apareceram mais uma vez em destaque global no cenário de startups no relatório Startup Ecosystem Index Report 2024, do instituto israelense StartupBlink, divulgado na última quinta-feira (30/05). Elas estão entre as cidades com melhores ambientes de negócios inovadores na lista dos 1.000 municípios que mais estão conectados com a agenda da inovação em todo o mundo.

Startup Ecosystem Index Report 2024

Curitiba é a segunda cidade do Brasil no relatório, atrás apenas de São Paulo, figurando em 137° no mundo. A cidade subiu três posições em relação ao ranking do ano passado. Este avanço ressalta a importância do ecossistema de inovação organizado pelo Vale do Pinhão. Curitiba é o centro de três unicórnios: Ebanx, MadeiraMadeira e Olist, que juntas geram quase 3 mil empregos. A Ebanx oferece serviços de processamento de pagamentos, a MadeiraMadeira é uma plataforma de produtos para casa, e a Olist facilita o e-commerce para pequenos vendedores.

Ranking Nacional e Global

Maringá, posicionada em 19° no ranking nacional e 730° no global, evoluiu cinco posições em relação a 2023. Londrina, por sua vez, está em 23° no ranking nacional e 907° no global, com um salto de 72 posições. Essas cidades têm se destacado como polos regionais, investindo em programas de incentivo a empresas inovadoras, parques tecnológicos e o envolvimento da academia e da sociedade civil na transformação das cadeias produtivas.

Publicidade

Leia Também:

Outras Cidades Brasileiras

Outras cidades brasileiras mencionadas no relatório incluem Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Brasília, Recife, Salvador, Joinville, São José dos Campos, Campinas, Vitória, Uberlândia, Ribeirão Preto, Caxias do Sul, Blumenau, Goiânia, Juiz de Fora, Belém, Aracaju e São Leopoldo.

São Francisco (EUA), Nova York (EUA), Londres (Reino Unido), Los Angeles (EUA) e Boston (EUA) lideram o ranking globalmente. Os cinco primeiros países são Estados Unidos, Reino Unido, Israel, Canadá e Singapura.

Programa Paraná Anjo Inovador

Para potencializar ainda mais esse cenário, o Paraná tem um programa chamado Paraná Anjo Inovador, que apoia financeiramente ideias inovadoras. O primeiro edital, lançado em 2023, selecionou 68 startups para apoiar projetos voltados para inovação e novas soluções. O segundo edital teve suas inscrições encerradas recentemente. Somando as duas fases, o Governo do Estado irá investir quase R$ 40 milhões por meio do programa, visando o avanço da modernização do Paraná e o desenvolvimento de soluções de interesse público.

Investimento Anjo

O Investimento Anjo envolve pessoas físicas que investem capital próprio em startups promissoras. Além de recursos financeiros, esses investidores experientes oferecem conhecimentos, experiência e redes de contatos, conhecidos como smart-money.

Eles não ocupam cargos executivos, mas atuam como mentores ou conselheiros. Normalmente, são empresários, empreendedores ou executivos que dedicam parte de seu patrimônio a novas empresas. Além do capital, usam sua experiência para ajudar no crescimento das startups. O objetivo do investimento anjo é obter altos retornos financeiros e causar um impacto positivo na sociedade, criando empregos e renda.

O termo “anjo” é utilizado devido ao papel de apoio que o investidor exerce, não sendo apenas um financiador, mas um verdadeiro mentor para o empreendedor.

O relatório completo Startup Ecosystem Index Report 2024 disponível AQUI.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado