Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Fusão PetroReconcavo e 3R: novo horizonte para junior oils

A fusão entre PetroReconcavo e 3R Petroleum promete redefinir o mercado das junior oils. (Foto: Divulgação/Unsplash)
A fusão entre PetroReconcavo e 3R Petroleum promete redefinir o mercado das junior oils. (Foto: Divulgação/Unsplash)

Desde meados de 2015, com o início dos desinvestimentos da Petrobras, o mercado de petróleo no Brasil vem se transformando, especialmente para as chamadas junior oils, empresas de pequeno e médio porte no setor petrolífero. Essa transformação se acelera agora, com as negociações para a fusão da PetroReconcavo com os campos de petróleo onshore da 3R Petroleum, iniciadas em 17 de janeiro pela Maha Energy. Esta movimentação é vista como um marco estratégico para o segmento, que até então enfrentava desafios de capital para adquirir ativos significativos de forma independente.

Detalhes: Fusão entre PetroReconcavo e 3R Petroleum

A proposta de fusão sugere uma troca de ações entre os acionistas da 3R Petroleum e da PetroReconcavo, buscando não apenas integrar os ativos mas também transferir aproximadamente US$ 1,4 bilhão em dívida da 3R para a PetroReconcavo. Este movimento é estratégico para ambas as empresas, prometendo gerar sinergias operacionais na ordem de US$ 1,1 bilhão, um número que, embora recebido com cautela pelo mercado, ilustra o potencial impacto da fusão.

Em relação a Junior Oils

Frederico Nobre, representante da empresa de análise Warren Brasil, destaca a diminuição das oportunidades em terra (onshore) após a Petrobras reduzir o ritmo de venda de seus ativos, indicando que as empresas de petróleo de menor porte, conhecidas como junior oils, devem voltar sua atenção para a exploração marítima (offshore). Neste contexto, a Bacia de Campos, situada no Rio de Janeiro, é vista como um alvo potencial para PRIO, Enauta e para a possível divisão da 3R Petroleum. Esta última, em caso de concretização da transação com a PetroReconcavo, focará exclusivamente em operações offshore.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Impacto no mercado

Essa fusão representa um momento possível para as empresas independentes de petróleo no Brasil, que surgiram como alternativas à Petrobras e agora encaram uma fase de consolidação. A união entre a PetroReconcavo e a 3R Petroleum não apenas redefinirá as estratégias das junior oils mas também sinaliza uma nova era de oportunidades e desafios no setor petrolífero brasileiro, sobretudo para produtoras como PRIO e Enauta Participações, que acompanham de perto esse cenário em evolução.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado