Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ricardo Cavalcante recebe Ministro Onyx Lorenzoni e participa do lançamento do Programa Nacional de Serviço Civil Voluntário

O Presidente da FIEC lembrou que o Sistema S terá papel fundamental para o desenvolvimento dos participantes.

Na manhã desta terça-feira, 15, o Presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e da Associação Nordeste Forte, Ricardo Cavalcante, recebeu Onyx Lorenzoni, Ministro do Trabalho e Previdência para discutir assuntos estratégicos para o fortalecimento da Indústria regional.

Durante o encontro, que aconteceu na sede da FIEC, Ricardo Cavalcante apresentou ainda o projeto do Hub do Hidrogênio Verde (H2V), considerado uma das matrizes energéticas mundiais que irá contribuir no processo de descarbonização do planeta.

Após conversa com o Ministro, Ricardo Cavalcante participou do lançamento do Programa Nacional de Serviço Civil Voluntário, apresentado por Onyx Lorenzoni, que ocorreu na Casa da Indústria.

Publicidade

A ação, realizada com o apoio da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (APRECE), tem como objetivo amenizar os impactos sociais no mercado de trabalho causados pela pandemia da Covid-19 e contará com a parceria do Sistema S para promover capacitações.

“O Programa tem como objetivo criar uma rampa de ascensão social, tirando as pessoas da informalidade e levando-as à formalidade. O cidadão irá se voluntariar e a Prefeitura participante abrirá portas de oportunidades durante um ano, em meio turno. Ele receberá, também atestado, além de qualificação junto ao Sistema S, tudo totalmente gratuito”, declarou o Ministro.

O Presidente da FIEC lembrou que o Sistema S terá papel fundamental para o desenvolvimento dos participantes. “O Sistema S irá qualificar essas pessoas para que elas possam ampliar as possibilidades de inserção, ou no primeiro emprego, ou retorno ao mercado de trabalho. Precisamos dar oportunidades àqueles que estão desempregados, capacitá-los” afirmou Ricardo Cavalcante.

O programa irá oferecer oportunidade aos trabalhadores desempregados de adquirirem experiência profissional juntamente com a participação em cursos de qualificação, priorizando os jovens entre 18 e 29 anos e, também os trabalhadores acima de 50 anos que estão fora do mercado há mais de dois anos. O objetivo é aumentar a empregabilidade desses trabalhadores e transferir renda através da bolsa qualificação.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado