Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Unicórnio brasileiro: unico IDTech tem crescimento de +180%

(Foto:Andrea Piacquadio/Pexels)

No ano em que entrou para o seleto grupo de unicórnios brasileiros, startups cujo valor de mercado ultrapassa US$ 1 bilhão, a unico IDtech apresentou crescimento de 180%. A empresa, pioneira e líder em soluções de identidade digital no país, também contabilizou aumento no número total de clientes. Foi  praticamente um novo contrato por dia útil em 2021 chegando a quase 800 empresas atendidas em diversos segmentos, como bancos, fintechs, varejo, telecom e saúde.

A expansão dos negócios da unico também se deu por meio de aquisições. Foram três em apenas um ano e todas as operações tiveram como foco diversificar os setores de atuação. Com Vianuvem, em maio, a CredDefense, em agosto, e a SkillHub, em dezembro, a empresa ingressou nos segmentos de veículos e educação corporativa.

Em 2021, a unico também se consolidou no mercado em que atua. Com a solução de autenticação de identidade, o unico | check, a empresa evitou cerca de R$ 70 bilhões em fraudes, somente no ano passado. Desde 2019, a IDTech já viabilizou de forma segura que 38 milhões de brasileiros acessassem serviços financeiros digitalmente em bancos, fintechs e instituições de crédito. Com a solução de assinatura eletrônica biométrica, mais de 500 mil pessoas assinaram cerca de 3 milhões de documentos sem precisar de papel ou caneta.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

O unicórnio de identidade digital também tem investido em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias proprietárias. No final do último lançou no mercado o Smartlive, plataforma de prova de vida que comprova se a pessoa está ao vivo na hora de realizar a autenticação biométrica e não usando a foto de uma foto, por exemplo. Além disso, a unico firmou parceria com a Universidade Federal do Paraná para a pesquisa de um novo modelo de identificação, a biometria periocular. Diferente do reconhecimento facial, que analisa diversos pontos da face, a tecnologia periocular permite autenticar a identidade de uma pessoa analisando apenas a região ocular. Com a iniciativa, a empresa investiu R$ 1 milhão parceria, selando sua primeira cooperação com uma instituição de ensino.

Paulo Alencastro, co-fundador da unico (Foto: LinkedIn)

“Crescemos muito como empresa em 2021. Mais do que dobramos nossa receita, quadruplicamos nosso time de Engenharia, trouxemos líderes sêniores para estruturar novas áreas e, em janeiro deste ano, chegamos a mil colaboradores. Esse desempenho confirma que soubemos identificar necessidades relevantes de mercado e oferecer soluções robustas”, afirma Paulo Alencastro, co-fundador da unico. “Temos um forte olhar de longo prazo e nossa jornada está só começando. Vamos seguir acelerando nosso negócio como foco em inovação e no desenvolvimento de produtos e serviços que aumentem a confiança e simplifiquem a relação entre pessoas e empresas”, complementa.

1.000 colaboradores com a flexibilidade do remoto-primeiro

Para acompanhar o crescimento acelerado, foi necessário expandir o time. Em um ano, a unico aumentou o quadro de pessoas em 230% e quadruplicou o seu time de Engenharia. Todas as contratações foram realizadas no modelo remoto-primeiro, que consiste no trabalho remoto e escritório à disposição para realizar reuniões e encontros, quando conveniente. Com essa flexibilidade, hoje a empresa conta com profissionais de 40 cidades em 21 estados de todo o País, além de profissionais nos EUA, Portugal e Espanha.

Nos últimos anos, a IDtech atraiu profissionais experientes do mercado. Juntaram-se ao time Marcelo Quintella (ex-Google), como VP de Produtos, Igor Ripoll (ex-Salesforce e Microsoft), como VP de Vendas e Clientes, Francine Graci (ex-Twitter), como VP de Pessoas, Diogo Bassi (ex-Petz), como VP de Finanças e Guilherme Cervieri (ex-Igah Ventures), como VP de Gestão. A IDTech brasileira ainda conta com Nelson Mattos (ex-VP mundial do Google), Fernanda Weiden (ex-Google e Facebook) e Sérgio Chaia (ex-Symantec e Nextel) como mentores.

Sobre a unico

A uma startup que se tornou um unicórnio em agosto de 2021. A IDTech desenvolve soluções inovadoras para a proteção da identidade dos brasileiros nas relações com empresas privadas. São elas: biometria facial para autenticação de identidades, assinatura eletrônica biométrica e admissão digital. Pioneira e líder do segmento no Brasil, está presente nos maiores bancos, varejistas, fintechs, e-commerces e indústrias. Em 2021, foi reconhecida entre as “100 Startups to Watch”, ranking da Pequenas Empresas & Grandes Negócios. Para a unico, cada indivíduo é um só e isso basta para abrir possibilidades.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado