Fiesp derruba Josué Gomes da presidência por 47 votos a 1

Após meses de disputa com os sindicatos do setor industrial paulista, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Josué Gomes da Silva, perdeu a queda de braço e será destituído do comando da entidade.

Após a assembleia extraordinária realizada nesta segunda-feira (16/1), que reuniu sindicatos opositores e também grupos que apoiam o atual presidente, Josué não conseguiu aval para continuar no comando da Fiesp.

Foram 47 votos pelo afastamento de Josué, duas abstenções e apenas um voto favorável à permanência do dirigente no cargo.

Antes do placar final, os sindicatos votaram, por 62 a 24, pela reprovação dos argumentos de Josué aos questionamentos sobre sua atuação na presidência da Fiesp. A assembleia teve quatro horas e meia de duração. Josué Gomes deixou a Fiesp antes da votação final, sem dar declarações e sem encerrar oficialmente a plenária.

A informação é do Metrópoles.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado