Distribuidora de energia Light entra na justiça para suspender pagamento de dívidas

A Light, controladora da distribuidora de energia elétrica do Rio de Janeiro, entrou na Justiça com um pedido de medida cautelar para suspender temporariamente o pagamento de parte de suas dívidas e instaurar um procedimento de mediação coletiva com credores.

Embora não tenha divulgado os nomes dos credores alvo da cautelar, especula-se que grandes bancos, fundos de investimento e empresas que atuam com securitização e debêntures sejam os principais alvos da medida.

Em um comunicado ao mercado, a Light afirma que busca uma solução de longo prazo para a empresa, garantindo a preservação de suas operações, especialmente a concessão de distribuição de energia elétrica no Estado do Rio de Janeiro.

Advogados especializados em energia acreditam que o pedido de renegociação de dívidas pode evoluir para uma recuperação judicial.

O desequilíbrio econômico-financeiro da Light se agravou este ano devido ao combate aos furtos de energia, que impactam negativamente os resultados da empresa.

Além disso, a concessão de distribuição da empresa expira em meados de 2026, sem solução definida até o momento. A Light é responsável pela distribuição de energia elétrica em 31 municípios do Rio de Janeiro.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado