Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Itaú Prevê Crescimento Econômico Ampliado para o Brasil em Novas Projeções

(Foto: Reprodução internet)

Itaú divulgou novas projeções para os indicadores macroeconômicos brasileiros, revelando uma imagem de otimismo para a economia do país. O banco agora espera um maior crescimento econômico, impulsionado por um consumo alimentado pela renda, um mercado de trabalho resiliente e preços menos pressionados para produtos comercializáveis.

Em resposta a dados do primeiro trimestre que superaram as expectativas, o Itaú elevou a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil de 1,4% para 2,3% para este ano. A projeção do banco para o crescimento do PIB no próximo ano também foi revista para cima, de 1,0% para 1,5%.

O Itaú está igualmente otimista em relação à taxa de desemprego. O banco reduziu suas estimativas para 8,0% tanto para este ano como para 2024, contra as anteriores expectativas de 9,0% e 9,1%, respectivamente.

Publicidade

No que se refere à inflação, o Itaú revisou sua projeção para este ano de 5,8% para 5,3%. Para 2024, a previsão é de uma inflação de 4,4%, abaixo dos 4,5% anteriormente projetados. O banco destaca a menor inércia e alguma reancoragem nas expectativas de longo prazo, apesar de algum aperto no hiato.

Com uma inflação menos problemática, o Itaú antecipa o início de um ciclo de afrouxamento monetário a partir de setembro deste ano. O banco prevê um corte de 0,25 ponto percentual na taxa Selic, com as projeções indicando uma Selic de 12,5% ao final deste ano e 10% no próximo ano.

O banco reconhece que, apesar do arcabouço fiscal e das medidas de recomposição de receitas terem diminuído os riscos extremos, ainda há desafios significativos de implementação à frente. Entretanto, no curto prazo, a melhoria na atividade econômica fornece suporte vital.

O Itaú ajustou suas estimativas para os déficits primários para 1,0% do PIB em 2023 e 0,8% do PIB em 2024, abaixo das anteriores previsões de 1,2% e 1,0%.

Finalmente, o Itaú reduziu sua projeção para a taxa de câmbio em 2023 de R$5,15 para R$5,00 por dólar. A expectativa para o próximo ano, entretanto, permanece em R$5,25 por dólar. O banco assinala que o cenário externo favorece as moedas de países com taxas de juros atrativas, em particular na América Latina, e que a política econômica mais estável no âmbito doméstico, juntamente com o patamar atual da taxa de juros, também contribui para o desempenho favorável da moeda brasileira.

As projeções do Itaú são um sinal promissor para a economia brasileira, indicando um ambiente econômico mais estável e uma perspectiva de crescimento fortalecida. No entanto, o banco enfatiza que, apesar da melhoria na atividade econômica no curto prazo e da implementação de medidas para recuperar a receita e reduzir os riscos extremos, ainda existem desafios significativos a serem enfrentados.

O relatório do Itaú oferece uma visão otimista do futuro econômico do Brasil. A redução das taxas de desemprego e inflação, aliada ao aumento do crescimento do PIB e a um ambiente monetário mais favorável, pintam um quadro positivo para a economia brasileira nos próximos anos. Essas projeções otimistas podem dar ao país o impulso necessário para enfrentar os desafios à frente e garantir a prosperidade econômica para a população brasileira.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado