Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

XP lança fundo “linkado” ao Brasileirão em 2025

Foto: Fernando Torres/CBF

A XP Asset, braço de gestão de recursos da XP Inc., juntamente com a Life Capital Partners (LCP), está lançando um fundo pioneiro com o objetivo de captar R$ 800 milhões. Esse fundo tem o propósito de investir nos direitos comerciais e de transmissão do Campeonato Brasileiro a partir de 2025, marcando uma estratégia inovadora no cenário esportivo e de investimentos.

A proposta do fundo “Sports Media Futebol Brasileiro Advisory” busca capitalizar com o crescente movimento global de profissionalização no esporte e o consequente aumento das receitas provenientes de eventos esportivos nos últimos anos, especialmente relacionadas aos direitos de transmissão e publicidade. Esse fenômeno não se limita apenas ao futebol, com eventos como a Copa do Mundo, mas também se estende a esportes como a Fórmula 1 e outros que têm se beneficiado do desenvolvimento do mercado esportivo. No Brasil, esse cenário abre diversas oportunidades de negócios.

Os investidores que decidirem participar do fundo terão a chance de se tornarem cotistas do “Sports Media Futebol Brasileiro Advisory” e, assim, terão uma participação nas receitas provenientes da publicidade de 26 clubes, incluindo Botafogo, Coritiba, Cruzeiro, Internacional, Fluminense, Fortaleza e Vasco, que integram a Liga Forte de Futebol (LFF) e o Grupo União. Outros times como Corinthians, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, São Paulo e Santos fazem parte do grupo conhecido como Libra.

Publicidade

O acordo estabelecido entre a LFF e o Grupo União envolve a venda de 20% dos direitos de transmissão e publicidade dos 26 clubes no Campeonato Brasileiro, para um grupo de investidores, por um valor aproximado de R$ 2,8 bilhões, ao longo dos próximos 50 anos. Os cotistas do fundo também farão parte desse grupo de investidores.

A XP tem o objetivo de captar R$ 800 milhões através do fundo, montante destinado a cobrir parte do valor acordado com a LFF e o Grupo União. Em troca, os cotistas terão participação entre 5% e 6% nas receitas geradas pela venda dos direitos do Campeonato Brasileiro a partir de 2025. Além disso, terão acesso a outras fontes de receita comercial, como naming rights, patrocínios e publicidade.

O “Sports Media Futebol Brasileiro Advisory” terá uma duração de 10 anos (prorrogáveis por mais 2 anos) e será direcionado a investidores qualificados, de acordo com regulamentações. O investimento mínimo é de R$ 10 mil, com taxa de administração de 2% ao ano e taxa de performance de 20% sobre o rendimento que superar o benchmark IPCA+7%. As aplicações no fundo estão previstas para começar na próxima semana e se estenderão até o final do mês.

A atual negociação de direitos de transmissão do Brasileirão está em vias de mudança, com os clubes formando blocos para a negociação desses direitos a partir de 2025. Além disso, estão buscando uma gestão independente do campeonato, atualmente administrado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A expectativa é que essa gestão autônoma impulsione as negociações dos direitos de transmissão, seguindo o exemplo de ligas como a LaLiga espanhola e a Ligue1 francesa.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado