Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

X “mira” em LinkedIn para crescimento

Elon Musk
(Foto: Divulgação)

A plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter e que pertence ao bilionário Elon Musk, está passando por transformações em sua política de privacidade. Com essas mudanças a plataforma pode estar se reinventando como um concorrente do LinkedIn.

Uma das alterações é a maneira como a plataforma agora trata o histórico de emprego e educação de seus usuários. Em vez de simplesmente registrá-los como informações, a plataforma agora os considera interesses e outros detalhes relevantes. A motivação por trás disso é fornecer recomendações de empregos e facilitar a conexão entre empregadores e candidatos.

A plataforma explica: “Podemos coletar e usar suas informações pessoais (como seu histórico de emprego, histórico educacional, preferências de emprego, competências e habilidades, atividade de procura de emprego e envolvimento, e assim por diante) para recomendar empregos em potencial para você, compartilhar com potenciais empregadores quando você se candidatar a um emprego, permitir que os empregadores encontrem potenciais candidatos e mostrar publicidade mais relevante.”

conteúdo patrocinado

Além disso, a política de privacidade agora contempla a coleta e uso de “informações biométricas”, desde que com o consentimento do usuário. Embora não detalhe exatamente que tipo de informações biométricas serão coletadas, a plataforma menciona que essa coleta se destina a fins de segurança, proteção e identificação.

Essas mudanças na política de privacidade surgem em um contexto em que a X Corp., a empresa controladora da plataforma X, enfrenta uma ação coletiva iniciada em julho. A ação alega que a coleta de dados pela empresa viola a Lei de Privacidade de Informações Biométricas de Illinois, nos Estados Unidos. Portanto, além de considerações técnicas, a plataforma também está lidando com implicações legais à medida que avança em sua evolução.

Desde que foi adquirido por Elon Musk o X, já passou por diversas transformações. A mais recente alteração tinha sido em seu nome. A mudança aconteceu porque o empresário pretendia alinhar a rede social com as marcas de suas outras empresas, todas as quais têm o “X” incorporado em seus nomes e produtos.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado