Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Aliança Global dos Biocombustíveis: um novo horizonte para o setor energético

Imagem: Freepik

Um marco histórico foi estabelecido durante a Cúpula do G20 no sábado (09/09), com a apresentação da Aliança Global dos Biocombustíveis (GBA), simbolizando uma aposta robusta na promoção do etanol e do biodiesel como soluções sustentáveis para a transição energética global.

No recente encontro da Cúpula do G20, Francisco Turra, presidente do Conselho de Administração da Associação dos Produtores de Biocombustíveis do Brasil (APROBIO), ressaltou o reconhecimento internacional do etanol e biodiesel brasileiros como catalisadores da iminente transição energética, destacando os potenciais benefícios socioeconômicos.

A APROBIO, que valida diversos pontos do comunicado conjunto do G20, tem sido uma voz ativa em vários fóruns públicos, defendendo a pauta do biodiesel. “Nosso compromisso é promover uma transição energética justa, que não apenas revitalize a economia, mas também fortaleça a resiliência econômica nacional. Nossa abordagem é centrada em um modelo de desenvolvimento sustentável e inclusivo, que se alinha perfeitamente com os objetivos delineados no Acordo de Paris e na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”, afirma Turra.

Publicidade

Turra insiste que este recente acordo internacional deve inspirar uma rápida aprovação da Lei dos Combustíveis do Futuro no Brasil. Ele pressiona por uma estrutura que promova a segurança jurídica e a previsibilidade, enfatizando a necessidade de incentivar o uso de etanol, biodiesel e outros biocombustíveis avançados. Uma ênfase especial foi colocada na promoção de financiamentos verdes e na delineação de uma política eficaz de mercado de carbono.

O governo brasileiro, através de um comunicado, também reiterou o potencial dos biocombustíveis em revolucionar a indústria da aviação e navegação, enfatizando a crescente demanda e a necessidade de expandir a base de fornecedores. “Os biocombustíveis apresentam uma solução pronta, competitiva e tecnicamente madura, apta a facilitar a transição energética e a descarbonização com custos de transição mínimos”, detalhou o comunicado.

Turra ressaltou ainda o papel proeminente dos biocombustíveis na economia brasileira, servindo como catalisadores para incrementar a atividade econômica e promover a expansão sustentável do setor agrícola.

A cerimônia contou com a presença de líderes globais de renome, incluindo presidentes e primeiros-ministros de vários países, solidificando assim a presença dominante e a importância crescente dos biocombustíveis no cenário energético global.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado