Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Setor varejista lidera queda do Ibovespa

Setor de varejo
(Foto: Reprodução/Internet)

A Bolsa brasileira fechou em queda de 0,68% nesta terça-feira (26), com o Ibovespa marcando 108.072 pontos. A maioria dos ativos da Bolsa ficou no vermelho, sobretudo com destaque para o setor varejista, que foi pressionado pela inflação prévia de setembro e pela alta dos juros futuros.

O setor varejista foi o que mais pesou na queda do Ibovespa. Lojas Renner (LREN3), a ação mais negociada do dia, caiu 4,78%. Além disso, a Magazine Luiza (MGLU3) perdeu 2,33%, Petz (PETZ) despencou 6,60% e Arezzo (ARZZ3) perdeu 3,44%.

Inflação e juros futuros pressionam

Publicidade

A inflação prévia de setembro, que ficou em 0,89%, acima do esperado, reforçou as preocupações dos investidores com a alta dos preços no Brasil. Com isso, levou a uma alta dos juros futuros, que também pressionou as ações do varejo.

Outros destaques

  • Petrobras (PETR4) caiu 2,10%, em movimento de correção das altas recentes.
  • IRB (IRBR3) caiu 0,22%, após o diretor técnico e de operações da empresa afirmar que o crescimento do mercado brasileiro de resseguros foi grande nos últimos anos, mas considerado de “baixa qualidade”.
  • TIM (TIMS3) e Vivo (VIVT3) caíram 0,99% e 0,25%, respectivamente, com investidores também de olho em novo financiamento da Oi (OIBR3), de US$ 300 milhões.
  • Gol (GOLL4) caiu 1,45% e Azul (AZUL4) caiu 0,79%.
  • Embraer (EMBR3) caiu 0,29%, mesmo com o ministro da Defesa, José Múcio, informando que viajará em outubro para negociar uma potencial venda da aeronave militar KC-390 para a Suécia.
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado