Pesquisar
Close this search box.

Massa salarial atinge valor recorde no Brasil

Massa salarial
(Foto: Joel Santana)

A economia brasileira registrou um aumento na massa de salarial em circulação, atingindo o valor recorde de R$ 286,872 bilhões, um acréscimo de R$ 16,661 bilhões em um ano, representando uma alta de 6,2%. Os dados provêm da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) IBGE.

De acordo com Adriana Beringuy, coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, essa massa salarial é a maior já registrada, não apenas em comparação com séries anteriores, mas em toda a história da pesquisa. Esse fenômeno é resultado de um mercado de trabalho com mais pessoas empregadas e renda do trabalhador mantida.

“A gente está tendo um movimento satisfatório da população ocupada. Algumas atividades, que antes vinham registrando perda de trabalhadores, começam a sinalizar uma pequena recuperação. Então isso é um fato importante”, explicou Adriana.

Comparando com o trimestre encerrado em abril, a massa de renda real subiu 2,0% no trimestre terminado em julho, representando um aumento de R$ 5,668 bilhões. O rendimento médio dos trabalhadores ocupados também teve alta real de 0,6% na comparação com o trimestre até abril, totalizando R$ 2.935.

Em relação ao trimestre encerrado em julho de 2022, a renda média real de todos os trabalhadores ocupados aumentou 5,1%, o que representa R$ 143 a mais.

A renda nominal, antes do desconto da inflação, cresceu 1,5% no trimestre terminado em julho em comparação ao trimestre encerrado em abril. Em relação ao trimestre encerrado em julho de 2022, houve um aumento de 9,0% na renda média nominal.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado