Pesquisar
Close this search box.

Jacob Barata, o “Rei dos Ônibus”, morre no Rio

jacob barata morre no Rio
O empresário Jacob Barata (Foto: Selmy Yassuda/Acervo Abril).

O empresário Jacob Barata, famoso como “o Rei dos Ônibus”, faleceu aos 91 anos no Hospital Copa Star, onde estava internado, no Rio de Janeiro. O óbito foi confirmado, mas a causa não foi divulgada.

Barata, um dos sócios fundadores do Grupo Guanabara, destacou-se no setor de transporte. A família, atuando por mais de 50 anos nesse ramo, construiu uma dinastia que abrange sete estados, atendendo 3 milhões de pessoas em 35 empresas.

O legado do Grupo Guanabara vai além do transporte, com 53 empresas no Brasil e Portugal, incluindo o banco Guanabara, concessionárias de veículos, hotéis e empreendimentos imobiliários.

Nascido em Belém (PA) e descendente de judeus sefarditas, Barata chegou ao Rio em 1946 aos 14 anos. Fixando residência em Piedade, subúrbio da Zona Oeste, desempenhou funções diversas, de cobrador na Baixada Fluminense a vendedor de joias e bancário. Aos 18 anos, já com economias sólidas, adquiriu um Chevrolet antigo para dez passageiros, ingressando no universo dos transportes coletivos na rota Irajá-Madureira.

Na época, lotações como a sua preenchiam trajetos à parte do sistema de bonde e trens da então Capital Federal. Barata foi parte da expansão do transporte rodoviário (urbano e intermunicipal) a partir dos anos 50. Trocou as lotações por ônibus, aproveitando a confusão administrativa no sistema de transporte público durante a mudança do governo federal para Brasília, fenômeno que se repetiria na fusão dos estados da Guanabara e do Rio.

Viúvo, Jacob Barata deixa 3 filhos e 9 netos. Além disso, foi pai de Daniel, morto vítima de sequestro em 1994.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado