Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Relatório do FMI sobre economia global

Relatório do FMI sobre economia global - mundo - bilionários
(Imagem: Greg Rosenke/Unsplash)

Nesta segunda-feira (26), o Fundo Monetário Internacional (FMI) lançou um relatório durante o encontro do G20 em São Paulo, discutindo a economia global. O relatório aponta para uma direção de “pouso suave” para a economia global, mas destaca a fraqueza contínua na atividade econômica e nas perspectivas de crescimento.

O FMI observa que o processo de desinflação no G20 está em andamento sem causar uma recessão. Assim, as economias emergentes estão mostrando resiliência aprimorada. Prevê-se um relaxamento da política monetária neste ano, enquanto as perspectivas de crescimento a médio prazo permanecem contidas. Portanto, reflete desafios como o crescimento fraco da produtividade e o envelhecimento populacional.

Em relação à sustentabilidade fiscal, o relatório do FMI destaca que ela está sendo testada, com as condições de financiamento dos governos permanecendo desafiadoras no médio prazo, devido aos níveis crescentes de dívida pública.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Por outro lado, embora a recuperação econômica esteja ganhando impulso, os riscos para as perspectivas econômicas estão equilibrados. Entre os riscos de alta, está a possibilidade de um crescimento global superar as previsões devido a uma desinflação mais rápida do que o esperado. Assim, permite um relaxamento monetário mais ágil. Como riscos de baixa, o relatório menciona saltos adicionais nos preços das commodities e tensões renovadas nas cadeias globais de suprimentos, que poderiam aumentar as pressões inflacionárias.

Perspectivas

O documento também destaca que mudanças nas perspectivas da China, positivas ou negativas, representam uma fonte de risco global. Além disso, no médio prazo, os analistas apontam as perspectivas de crescimento fraco e o risco de maior protecionismo como ameaças, especialmente devido à fragmentação geoeconômica, que já está impactando a integração comercial e financeira.

O relatório aborda ainda as vulnerabilidades climáticas e o impacto desproporcional na África, ressaltando as oportunidades de crescimento no comércio e nos serviços digitais. Por exemplo, a inteligência artificial (IA), apesar da desaceleração da globalização.

O FMI destaca a importância de uma combinação adequada de políticas fiscal e monetária para alcançar estabilidade nos preços, nas finanças e na dívida. O relatório enfatiza a necessidade de políticas monetárias que garantam a estabilidade de preços e possam mudar para uma postura mais neutra quando necessário, enquanto os formuladores de políticas não devem retardar os esforços de consolidação fiscal, mas sim mantê-los em um ritmo que equilibre a estabilização da dívida com o apoio ao crescimento inclusivo.

No médio prazo, o relatório sugere que reformas cuidadosas podem impulsionar a produtividade. Além disso, destaca a importância da cooperação internacional para enfrentar desafios como a mudança climática e a fragmentação geoeconômica. O FMI enfatiza o papel central do G20 nesse processo, especialmente para garantir que os benefícios da IA sejam plenamente explorados e os riscos minimizados.

 

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado