Pesquisar
Close this search box.

Caixa e Correios vão compartilhar estruturas de atendimento

Caixa e Correios assinam protocolo para compartilhar serviços e estruturas, visando ampliar o acesso a serviços financeiros e postais.
(Foto: Divulgação/Correios).

A Caixa e os Correios firmaram um protocolo de intenções visando a implementação de soluções conjuntas para o compartilhamento de estruturas, processos, e serviços. Este acordo tem como objetivo facilitar o acesso da população a uma gama mais ampla de produtos financeiros e postais. A iniciativa busca expandir a presença física de ambas as entidades, promovendo a montagem de equipes de atendimento da Caixa dentro das agências dos Correios.

Além disso, a colaboração inclui o uso compartilhado dos espaços culturais pertencentes a ambas as instituições. O presidente da Caixa, Carlos Vieira, expressou que a parceria reforça a importância histórica de ambas as empresas na formação do território e da identidade nacional, destacando seu papel na inclusão social e acesso a políticas públicas. A estratégia visa, portanto, estimular a inclusão financeira e social, além de otimizar custos e fomentar investimentos em infraestrutura.

 

A implementação da parceria começará na unidade dos Correios em Peixe-Boi, no Pará, introduzindo serviços como atendimento por videoconferência para os clientes da Caixa. Esse serviço incluirá uma série de procedimentos, como atualização cadastral e desbloqueio de senhas. Adicionalmente, as lotéricas passarão a funcionar como pontos de coleta para postagem e retirada de encomendas, ampliando a conveniência para os usuários desses serviços.

 

O presidente dos Correios, Fabiano Silva dos Santos, reiterou que a iniciativa beneficiará principalmente a população, ao proporcionar maior acesso a serviços postais e financeiros essenciais, como PIS, Seguro Desemprego e FGTS. Essa parceria marca uma evolução nas operações de ambas as entidades, refletindo um esforço conjunto para melhorar a infraestrutura e o atendimento ao cidadão brasileiro, especialmente em regiões menos atendidas.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado