Pesquisar
Close this search box.

Enel: apagões persistem em São Paulo

Sede da Enel no Brasil (Foto: Divulgação)

Pelo quinto dia consecutivo, São Paulo enfrentou problemas com apagões, afetando áreas centrais e comerciais importantes. A Enel, responsável pelo fornecimento de energia, destacou esforços para mitigar os impactos.

Na sexta-feira (22/03), a Enel anunciou que havia restaurado o fornecimento de energia para 97% dos afetados nas regiões da República e Santa Cecília, deixando cerca de 600 clientes ainda à espera de solução. A empresa enfatizou a complexidade dos reparos na rede subterrânea e a mobilização de geradores para os casos ainda pendentes.

Causas dos Apagões

A Enel atribuiu os recorrentes apagões ao aumento do consumo de energia, exacerbado pelas altas temperaturas. Esta situação complicou a recomposição da rede subterrânea, principalmente nas regiões da 25 de Março e Santa Cecília, dificultando o restabelecimento completo do serviço.

Reações e Cobranças

Diante da persistência dos problemas, autoridades locais e entidades comerciais expressaram suas preocupações. O prefeito Ricardo Nunes criticou a gestão da Enel e mencionou ações judiciais em curso, enquanto entidades como a Fecomercio-SP e o Sindilojas pressionaram por resoluções rápidas.

Intervenção do Governo e Fiscalização

A questão dos apagões em São Paulo chamou a atenção do Ministério Público junto ao TCU, que solicitou uma avaliação da performance da Enel. O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, também exigiu esclarecimentos da empresa sobre sua capacidade de manter as concessões de distribuição de energia eficientes.

Em Busca de Soluções

A Enel reitera seu compromisso em restaurar os parâmetros originais da rede e lamenta os transtornos. A complexidade dos trabalhos, especialmente na rede subterrânea, desafia a equipe técnica, que enfrenta condições adversas para garantir o restabelecimento energético.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado