Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Como um erro de digitação custou US$ 78 milhões ao Citigroup?

Erro em ordem de venda causou flash crash na Europa.

Em 2022, erro do Citigroup causou flash crash. (Foto: Grid Engine/Wikimedia Commons)
Em 2022, erro do Citigroup causou flash crash. (Foto: Grid Engine/Wikimedia Commons)

No dia 2 de maio de 2022, o erro de um trader do Citigroup em Londres causou um flash crash nas bolsas europeias. O trader, trabalhando de casa devido ao feriado no Reino Unido, cometeu um erro ao digitar uma ordem de venda de ações. Pretendia vender uma cesta de ações no valor de US$ 58 milhões, mas inseriu o valor no campo errado, criando uma ordem de US$ 444 bilhões.

Detalhes do erro

Com isso, os sistemas do Citigroup dispararam centenas de avisos, bloqueando parte da ordem, mas cerca de US$ 1,4 bilhão em ações ainda foram vendidos. Além disso, o incidente causou uma queda imediata e material de curto prazo nos índices europeus. O Citigroup enviou aproximadamente US$ 189 bilhões para um algoritmo de negociação, que os dividiu para venda ao longo do dia.

Reação dos reguladores

Na quarta-feira (22), a Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido (FCA) concluiu sua investigação, impondo uma multa de US$ 78 milhões ao Citigroup. Steve Smart, codiretor de fiscalização e supervisão de mercado da FCA, afirmou que as falhas levaram à execução de mais de 1 bilhão de libras em ordens erradas e arriscaram criar um mercado desordenado.

Publicidade

Leia também:

Recordes em block trades: a nova tendência do mercado brasileiro

Consequências internas

Consequentemente, o trader envolvido no incidente deixou o Citigroup, e o banco sofreu uma perda comercial de US$ 48 milhões. Um porta-voz do Citigroup não quis comentar sobre a saída do funcionário. O Citigroup afirmou que identificou e corrigiu o erro em minutos e tomou medidas imediatas para fortalecer seus sistemas e controles.

Avaliação e impacto

Além disso, o relatório mostrou que os sistemas de gestão de risco do Citigroup falharam em impedir a execução da ordem errada. Os controles internos não estavam adequados para evitar que toda a cesta de ações chegasse ao mercado. Dessa forma, o Citigroup aumentou alguns limites durante a pandemia, mas não os redefiniu, o que contribuiu para o erro.

Comentários finais

A FCA espera que as empresas analisem seus controles e garantam a adequação deles para a velocidade e complexidade dos mercados financeiros. As ações do Citigroup na Bolsa de Nova York caíram 1,4% no dia do anúncio da multa, mas acumularam alta de 24% em 2024.

Um porta-voz do Citi afirmou que o banco estava satisfeito em resolver a questão de mais de dois anos atrás., “que surgiu de um erro individual que foi identificado e corrigido em minutos”.

“Imediatamente tomamos medidas para fortalecer nossos sistemas e controles, e continuamos comprometidos em garantir total conformidade regulatória”, disse o porta-voz.

Leia também:

Como o ‘jogo do aviãozinho’ da Blaze pode levar ao endividamento

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado