Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Geração Z enfrenta maior endividamento que Millennials

Estudo da TransUnion detalha situação financeira

Geração Z enfrenta maior endividamento que Millennials
(Foto: Mikhail Nilov/Pexels).

Um estudo recente realizado pela TransUnion, uma conhecida agência de relatórios de crédito, revelou que os jovens entre 22 e 24 anos, conhecidos como Geração Z, estão enfrentando um nível de endividamento e taxas de inadimplência superiores em comparação aos Millennials quando estes estavam na mesma faixa etária, em 2013. Segundo o relatório, o índice de dívida-renda para a Geração Z é de 16%, superando os 12% observados entre os Millennials há uma década.

Aumento no uso de crédito

Adicionalmente, o estudo mostra que o saldo médio de cartões de crédito para essa faixa etária em 2023 alcançou US$ 2.834, representando um aumento de 26% comparado ao saldo dos Millennials em 2013, já ajustado pela inflação. Importante destacar, também, que a renda média atual dos jovens adultos é de US$ 45.493, inferior aos US$ 51.852 ajustados pela inflação dos Millennials.

 

Publicidade

Pressões econômicas atuais

Por outro lado, o aumento nos custos de vida, como aluguel e despesas discricionárias, está pressionando as finanças da Geração Z. Ademais, com um cenário de inflação e a possibilidade de recessão pós-pandemia, os salários não têm acompanhado o aumento do custo de vida. Isso resulta em um maior endividamento e taxas de inadimplência mais elevadas entre os jovens.

Contexto econômico adverso

Estas dificuldades financeiras refletem dificuldades no início da vida adulta para a Geração Z, em contraste direto com os Millennials. Estes últimos enfrentaram a crise financeira global em seus primeiros anos de carreira. Os problemas econômicos enfrentados pela Geração Z, como a pandemia da Covid-19, diferem substancialmente daqueles enfrentados pelos Millennials, que lidaram com a recessão global no início dos anos 2000.

Impacto das condições de crédito

O relatório da TransUnion também apontou que o saldo total dos cartões de crédito dos americanos alcançou US$ 1 trilhão pela primeira vez em 2023. As taxas de juros, que alcançaram o maior nível em 23 anos, estão influenciando negativamente os custos de empréstimos para veículos, estudantes e hipotecas, intensificando o ciclo de endividamento entre os mais jovens.

Importância de hábitos financeiros saudáveis

Finalmente, especialistas financeiros sugerem que é essencial para a Geração Z adotar hábitos financeiros saudáveis desde cedo. O aumento constante dos custos habitacionais supera os salários na maioria das grandes áreas metropolitanas. Além disso, a alta nos preços dos alimentos impõe desafios adicionais que pressionam o orçamento dos mais jovens. Por outro lado, a TransUnion destaca que, diante desses custos elevados e dos salários iniciais, os jovens dependem cada vez mais de formas de crédito rotativo caras, como cartões de crédito, para gerenciar suas finanças. Este cenário enfatiza a necessidade de maior conscientização e educação financeira, visando um futuro financeiro mais estável para a Geração Z.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado