Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Setor aéreo mostra recuperação com aumento de passageiros

Crescimento de 8,7% na demanda aérea no 1º trimestre

Setor aéreo mostra recuperação com aumento de passageiros
(Foto: Divulgação/Zurich Airport).

As companhias aéreas brasileiras Gol, Azul e o grupo Latam registraram aumento no transporte de passageiros no primeiro trimestre de 2024. Com um total de 34,69 milhões de viajantes transportados, o setor aéreo observou uma recuperação com crescimento de 8,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. Essa expansão é uma demonstração clara da recuperação contínua da demanda por viagens aéreas após períodos de adversidade.

Impulso proveniente do mercado interno

Por outro lado, os dados mais recentes divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) indicam um incremento de 5,5% na demanda doméstica em abril, comparado ao mesmo mês do ano anterior. Neste contexto, a Latam mantém a liderança com 40% do mercado, seguida de perto pela Gol com 29,9% e Azul com 29,5%. Além disso, a recuperação da demanda contribuiu para o fortalecimento do resultado operacional das companhias, que, conjuntamente, alcançaram um Ebitda de US$ 1,366 bilhões, marcando um aumento de 24,22%.

Enfrentando desafios locais

No entanto, o setor enfrenta impasses, incluindo a crise no Rio Grande do Sul, afetada por graves condições climáticas. O fechamento temporário do principal terminal do estado devido às chuvas trouxe impactos consideráveis ao mercado aéreo regional. De maneira preocupante, a Azul, que detém a maior parte desse mercado, projetou um possível declínio em seu Ebitda para o final do ano, refletindo as dificuldades enfrentadas.

Publicidade

 

Estratégias de reestruturação e consolidação

Além disso, a Gol, atualmente em processo de recuperação judicial nos Estados Unidos, anunciou um plano de refinanciamento de dívidas. O plano inclui uma injeção de capital de US$ 1,5 bilhão e a expectativa de redução da oferta de assentos em 4% este ano. Este cenário de reestruturação é crucial para a saúde financeira da companhia no longo prazo, preparando o terreno para futuras operações eficientes.

Resposta proativa a adversidades

Simultaneamente, o setor tem respondido proativamente às adversidades climáticas. A Latam, exemplificando a adaptabilidade, estabeleceu voos extras de São Paulo para outros aeroportos do sul do país, garantindo a conectividade da região afetada pelas chuvas. Essa medida evidencia um compromisso contínuo com o atendimento às necessidades dos passageiros, apesar dos desafios.

Finalmente, especialistas apontam que as recentes reestruturações são vitais para o desempenho das aéreas no contexto atual. A capacidade de adaptação e a resposta rápida às mudanças de cenário são componentes essenciais para a sustentabilidade e crescimento do setor aéreo.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado