Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Startup educacional recebe investimento milionário do BS2

Parceria visa crédito para instituições de ensino

Investimento do BS2 no Somos Yong. (Foto: Divulgação/Blog BS2)
Investimento do BS2 no Somos Yong. (Foto: Divulgação/Blog BS2)

O banco BS2, juntamente com a BPS Capital, anunciou um investimento de até R$ 65 milhões na startup Somos Young, que oferece soluções para instituições de ensino superior. Este aporte visa financiar o plano de negócios da Somos Young e apoiar suas aquisições e parcerias estratégicas.

Expansão do crédito educacional

De tal forma, fundada no fim de 2021, a Somos Young atua na captação de clientes, relacionamento e cobrança para universidades. Agora, com o investimento do BS2, a empresa expandirá sua atuação para a oferta de crédito, direcionando clientes para o banco. Nesse sentido, Henrique Borges, co-CEO da Somos Young, destaca a demanda por orientação financeira e crédito nas instituições de ensino superior.

Estrutura do investimento do BS2 no Somos Young

No presente contexto, o investimento inicial do BS2 será realizado por meio de uma estrutura de dívida de quatro anos, conversível em participação societária. Segundo Vinicius Bandeira de Mello, superintendente de fusões e aquisições do BS2, a conversão da dívida em capital será uma decisão futura do banco, sempre mantendo uma participação minoritária.

Publicidade

Ademais, em 12 meses, a parceria entre BS2 e Somos Young pretende promover até R$ 120 milhões em crédito, abrangendo capital de giro e um produto chamado “mensalidade garantida”. Muitas instituições de menor porte necessitam, assim, de uma solução integrada de crédito, como aponta Henrique Borges.

Leia também:

Estratégia de crescimento

Juliana Pentagna Guimarães, diretora de desenvolvimento corporativo do BS2, explica que este investimento faz parte da agenda de crescimento inorgânico do banco. Nesse sentido, a parceria com a Somos Young permitirá ao BS2 levar soluções de crédito e cash management a diversas faculdades pelo país, desburocratizando suas rotinas financeiras.

Histórico e perspectivas do BS2

O BS2 começou como Banco Bonsucesso em 1992, focado em financiamento de veículos. Em 1998, entrou no crédito consignado e, em 2014, formou a joint venture Olé Consignado com o Santander. Após isso, em 2017, o banco se reposicionou como BS2, diversificando suas soluções financeiras.

Por fim, em 2023, a área de pagamentos do BS2 movimentou R$ 271,5 bilhões, um aumento de 26% em relação ao ano anterior. Novos investimentos estão, portanto, previstos no programa de corporate venture capital, com um horizonte de 12 a 18 meses para aplicação do capital.

Comparações no setor

Nesse sentido, o movimento do BS2 é comparável ao do Itaú, que em 2019 comprou uma fatia da Pravaler, plataforma de crédito estudantil. O Pravaler já atendeu mais de 300 mil alunos, repassando R$ 8 bilhões ao setor educacional, com a meta de atingir R$ 10 bilhões até 2025.

Futuro da parceria

Com o investimento, o BS2 e a BPS Capital terão um papel ativo na geração de valor da Somos Young. O banco assumirá, assim, todas as frentes de crédito e funding para os clientes da startup, que já atende cerca de 700 instituições de ensino superior. Daniel Barros, co-CEO da Somos Young, acredita que a tradição e inovação do BS2 consolidarão a empresa como líder em soluções para educação.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado