Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Pix não foi projeto de Bolsonaro, diz presidente do Banco Central

Foto: Reprodução

Ao ser questionado sobre o uso da ferramenta de pagamentos instantâneos na campanha eleitoral do presidente da República e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse, nesta quinta-feira, 29, que o Pix não foi um projeto de sua gestão, mas uma conquista institucional do BC.

Os servidores do BC têm reivindicado a criação do Pix, que, embora tenha sido lançado em novembro de 2020, durante o governo Bolsonaro, foi gestado na administração Michel Temer.

Campos Neto esclareceu que já havia um grupo de trabalhos sobre pagamentos instantâneos antes de sua chegada, com conclusões positivas para o desenvolvimento desse projeto. Porém, segundo ele, na sua gestão houve o entendimento que os pagamentos instantâneos deveriam ter prioridade.

conteúdo patrocinado

“A equipe do BC trabalhou dia e noite durante a pandemia para fazer o Pix funcionar. O Pix se mostrou um sucesso, é uma conquista do BC, dos funcionários do BC, e está só no começo, tem muito mais coisa para acontecer”, disse Campos Neto. “O Pix não foi um projeto meu, é um projeto do BC, e tem várias novas funcionalidades que vão acontecer no futuro.”

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado