Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Primeiros voos do eVTOL da Embraer será entre 2026 e 2027

(Foto: Divulgação Embraer)

Eve Air Mobility, subsidiária da Embraer, planeja realizar o primeiro voo operacional de seus veículos elétricos de pouso e decolagem vertical, os eVTOLs, entre os anos de 2026 e 2027. Este evento marcará um importante passo na aviação moderna, prometendo revolucionar a mobilidade urbana com uma opção mais sustentável.

Capacidade e Preço

Inicialmente, os voos de eVTOL comportarão um piloto e quatro passageiros, a um custo estimado entre US$ 50 e US$ 100 (aproximadamente R$ 500) por pessoa. Estes valores colocam a nova tecnologia como uma alternativa competitiva frente aos helicópteros, tradicionalmente mais caros e poluentes.

Avanços Tecnológicos e Planejamento

Sob a liderança de Daniel Moczydlower, presidente-executivo do braço de inovação da Embraer, a Eve trabalha para cumprir todas as etapas regulatórias necessárias, incluindo licenciamento, simulações em voos não tripulados e testes com passageiros a bordo. Estas ações são cruciais para garantir a segurança e eficácia dos eVTOLs antes de sua entrada em operação comercial.

conteúdo patrocinado

Expectativa Futura

Com planos de longo prazo que incluem a operação de voos sem um humano no comando, a Eve almeja liderar o mercado de transporte aéreo inovador. Até o momento, a empresa já possui acordos para a entrega de até 2.770 veículos, o que pode gerar uma receita potencial de até US$ 8,3 bilhões. Estes números refletem o amplo interesse e a confiança no sucesso dos eVTOLs.

Os voos de eVTOL representam uma evolução significativa na maneira como percebemos o transporte urbano. Com a promessa de serem mais acessíveis, silenciosos e menos poluentes, esses “carros voadores” estão cada vez mais próximos de se tornarem uma realidade palpável para muitos urbanistas e viajantes ao redor do mundo.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado